Bahia também instala rede para pesquisar biodiesel

21/11/2003 - 19h11

Brasília, 21/11/2003 (Agência Brasil - ABr) - Com o objetivo de inserir a Bahia no contexto de uma política nacional para a utilização do biodiesel, se realiza no Centro de Convenções da Bahia, na 2ª e 3ª feira (25), o Seminário de Políticas para o Biodiesel. O evento é uma realização da secretaria Extraordinária de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (Secti) e Rede Baiana de Biodiesel, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), secretarias de Combate à Pobreza e Inclusão Social (Secomp), de Agricultura (Seagri), e universidades Federal da Bahia (UFBA) e Estadual de Santa Cruz (Uesc).

O programa baiano é desenvolvido pela Rede Baiana de Biodiesel, que pretende tornar o estado um dos principais produtores desse combustível. Com coordenação da Secti, a rede reúne pesquisadores da UFBA e Uesc, tendo também apoio da Seagri, Fapesb, da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) e Secomp. Segundo o coordenador do programa, Roberto Fortuna, "a extração de biodiesel a partir do dendê já acontece em escala laboratorial, atingindo bons resultados e produzindo combustível com eficiência comprovada". Para ele, dentro de alguns anos, o biodiesel será uma alternativa real de renovação da matriz energética nacional. (Ascom Secti)