Lula cobra ''vontade política'' para acabar com a fome e a pobreza

15/02/2005 - 21h08

Brasília, 15/2/2005 (Agência Brasil - ABr) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a cobrar hoje em Georgetown, na Guiana, mais "vontade política" de governantes para acabar com a fome e a pobreza no mundo. Lula também pediu maior "reflexão por parte da Organização das Nações Unidas (ONU) para com a crescente importância dos países em desenvolvimento no mundo".

Ao discursar durante encontro com a comunidade brasileira, ele reiterou que a união das nações sul-americanas nos planos comercial, político, social, científico e cultural vai mudar e fortalecer o continente. "A integração permite explorar os recursos complementares de nossas economias, gerando maior autoconfiança em nosso destino. Esta integração é uma poderosa ferramenta para defender nossas posições nos fóruns internacionais", afirmou Lula.

Lula destacou que o Brasil luta para que os benefícios do comércio cheguem a todos o países, pobres e ricos, e cobrou "o fim das práticas abusivas que distorcem o comércio internacional, prejudicando sobretudo os países em desenvolvimento". E reiterou a importância da união dos países pobres, ao dizer que o Brasil estabeleceu o G-20 porque acredita que essa união dos países em desenvolvimento "é a chave para o êxito da Rodada de Doha" – negociação comercial global que envolve os 148 países membros da Organização Mundial do Comércio, prevista para 2006.