Militantes vêem ligação entre vitória de Evo Morales e o Fórum Social

26/01/2006 - 0h17

Daniel Merli
Enviado especial

Caracas (Venezuela) – "Eu ousaria dizer que a vitória de Evo Morales é a vitória do Fórum Social Mundial", disse João Antônio de Moraes, diretor da Federação Única dos Trabalhadores (FUP), para aplauso da platéia de cerca de 300 pessoas, no auditório central do Teatro Teresa Carreña, centro da capital venezuelana. Tanto Moraes quanto os outros participantes do debate Vitória de Morales na Bolívia concordaram que a mobilização social latino-americana influiu na eleição do novo presidente.

"A responsabilidade sobre o que Morales vai fazer não é só dele, mas de todos que estão neste Fórum", afirmou o equatoriano Humberto Cholango, da Confederação de Nações Indígenas (Conaie). "Quem ganhou a presidência é um companheiro de marchas nosso. E, se ele fracassar, ninguém mais vai crer em nossas propostas ou neste espaço", afirmou.

Evo Morales, do partido Movimento ao Socialismo (MAS), tomou posse da presidência da Bolívia no último domingo (22), após vencer as eleições no primeiro turno, em dezembro. O então presidente Carlos Mesa renunciou diante dos protestos que pediam a nacionalização das reservas de gás, e as eleições foram antecipadas.