Eletrobrás prevê investimentos de R$ 4,3 bi em 2004

30/03/2004 - 21h27

Rio, 30/3/2004 (Agência Brasil - ABr) - O diretor financeiro da Eletrobrás, José Drumond Saraiva, disse nesta terça-feira o orçamento para a companhia em 2004 prevê investimentos da ordem de R$ 4,328 bilhões.

Ele adiantou, porém, que estes investimentos ainda serão objeto da revisão orçamentária prevista para acontecer em maio no Congresso Nacional. "Mas como os investimentos da Eletrobrás são provenientes do próprio fluxo de caixa da companhia, acreditamos que eles venham a ultrapassar mesmo os R$ 4 bilhões. Temos uma estrutura patrimonial bastante sólida e a prova disto é que conseguimos reverter as previsões de resultados negativos em 2003 e acabamos por fechar com lucro líquido superior aos R$ 323 milhões", afirmou Drumond.

Ele informou, ainda, que em 2003 estavam orçados R$ 3,678 bilhões, mas foram realizados apenas R$ 2,925 bilhões. José Drumond Saraiva disse, ainda, que este ano a Eletrobrás terá que emitir ações no valor de R$ 3 bilhões para quitar uma divida originada por um Empréstimo Compulsório criado pelo governo federal para patrocinar a expansão do sistema elétrico. O empréstimo vigorou entre 1983 e 1993 e, para fazer frente a dívida – que beneficiará grandes consumidores industrias situadas na faixa acima de 2 mil MWh – a Eletrobrás terá que aumentar seu capital no mesmo valor do débito.