Petrobras seleciona três grupos na licitação para montagem de plataformas

11/07/2003 - 21h18

Rio, 11/7/2003 (Agência Brasil – Abr) - A Petrobras informou agora a noite que três grupos foram pré-qualificados, um deles brasileiro, na licitação promovida pela Companhia para a construção do casco do navio e a montagem dos módulos das plataformas p-51 e P-52, a serem instaladas na Bacia de Campos, no litoral Norte do Estado. De acordo com a nota, as empresas pré-qualificadas foram a Samsung, e os consórcios formados pelos grupos Norberto Odebrecht e Saipem (italiano); e pela Fels/Setal e Techinip.

Ao todo seis grupos apresentaram propostas à Petrobras para a licitação das duas plataformas, as primeiras a serem construídas dentro do novo modelo determinado pelo governo, onde as licitações obedecem a um percentual maior de nacionalização dos componentes envolvidos.

Além dos três já citados, também apresentaram propostas e foram desclassificadas por deficiência na documentação os consórcios formados pelos grupos Aker/Kvaerner e Dragados/Andrade Gutierrez/Camargo Correa/Techin/Promon; e a Marítima, está última por força de liminar.

A Petrobras decidiu encerrar protocolo de licitação do módulo de geração de energia das referidas plataformas por considerar excessivos os preços apresentados pelas três empresas pré-qualificadas. Como prevê o edital de licitação, a Petrobras vai negociar diretamente com as três empresas envolvidas no processo e que são as únicas com possibilidade de execução do serviço: Nuovo Pignome (Italiana), Dresser (americana) e a inglesa (Rolls Royce.

A Petrobras informou, ainda, que estão sendo analisadas técnicas para os Módulos de compressão de gás. A conclusão deverá ser divulgada no próximo dia 22.