TSE recebe representação contra Dilma Rousseff e PT de Pernambuco

09/08/2010 - 22h03

Débora Zampier
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou hoje (9) com mais uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a candidata petista à Presidência da República, Dilma Rousseff, por propaganda antecipada. Ela e o diretório estadual do PT em Pernambuco foram acusados de divulgar a imagem pessoal da candidata em horário destinado à propaganda partidária do PT no estado, nos últimos dias 7, 11 e 16 de junho.

A ação cita cinco argumentos para justificar aplicação de multa ao diretório e aos candidatos, lembrando que, na ocasião, Dilma já era notória candidata à Presidência da República pelo PT, que ela é a protagonista das inserções e que o mote da campanha faz alusão ao Programa de Aceleração do Crescimento, “cuja autoria já foi imputada por membros do governo federal à representada [Dilma]”.

A ação pede multa além do mínimo previsto em lei – R$ 5 mil – devido à reiteração da conduta da candidata, que já foi multada em outras ocasiões pelo mesmo motivo.

 

 

Edição: Aécio Amado