Brasil registra 500 mil acidentes de trabalho por ano, diz especialista

28/08/2008 - 23h24

Ivy Farias
Repórter da Agência Brasil
São Paulo - Começou hoje (28), em São Paulo, a 17ª Feira Internacional de Segurança e Proteção (Fisp), onde, durante dois dias, serão expostas as novidades em equipamentos de proteção e segurança do trabalho. “Temos cerca de 500 mil acidentes no ambiente de trabalho por ano. É preciso investir”, disse o presidente do evento, José Roberto Sevieri. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o parâmetro para avaliar a segurança no ambiente de trabalho é o índice zero de acidentes. “Estamos [o Brasil] no nono lugar. Nossa meta é baixar para 200 mil, em cinco anos”, disse Sevieri. Ele destacou o papel de eventos como a Fisp, de alertar empresários sobre a importância de investir em segurança do trabalho. “A Previdência gasta R$ 10 bilhões por ano com acidentes do trabalho que afastam o empregado por mais de 15 dias. Quanto mais se estimula [o investimento], menos acidentes e menos gastos”, relatou. Segundo ele, a tendência é que o número de acidentes diminua com a entrada em vigor, em janeiro do ano que vem, da lei de tarifação setorial de seguros contra acidentes de trabalho. “Empresas dos setores que têm mais acidentes pagarão 3% de seguro contra acidentes, enquanto as que têm menos pagarão apenas 1%. Sobrará mais dinheiro para investir em prevenção”, completou.