Ministro da Saúde discute criação de plano de carreira para médicos de municípios carentes

12/11/2008 - 22h22

Da Agência Brasil

Brasília - O ministro da Saúde, José Temporão, reuniu-se hoje (12) com os dirigentes da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), da Associação Médica Brasileira (AMB) e do Conselho Federal de Medicina (CFM). Entre os assuntos discutidos, estavam a parceira do governo com entidades médicas no combate à dengue e a criação de um plano de carreira para os médicos nos municípios carentes do Brasil.Segundo o diretor da Fenam, Waldir Cardoso, o ministro se mostrou preocupado com o combate à dengue, principalmente nas áreas de risco e em épocas chuvosas. “As entidades médicas estão à disposição [do ministério] para ajudar no combate à doença”, afirmou Cardoso.A definição do plano de carreira médica para os municípios carentes do Brasil foi acertada durante a reunião. Segundo Cardoso, existe um modelo elaborado pela Fenam, AMB, Fundação Getulio Vargas (FGV) e pelo CFM que pode servir de base para o plano.Para a Fenam, o plano é uma alternativa para fixar médicos no interior do Brasil. Segundo Cardoso, as regiões Norte e Nordeste são as mais carentes de atendimento médico, principalmente o de emergência. “São cerca de mil municípios que têm muita dificuldade em ter um médico sequer para atendê-lo”, disse Cardoso.