Berzoini diz que não teme investigações sobre dossiê

06/10/2006 - 22h24

Elaine Patricia Cruz
Repórter da Agência Brasil
São Paulo - O ex-presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, disse hoje (6) que sua decisão de se licenciar da função foi tomada sem pressão e que não teme a investigação sobre seu possível envolvimento com a tentativa de compra do dossiê contra políticos, a respeito da aquisição de ambulâncias a preços superfaturados.“Estou totalmente à vontade com relação a esse assunto porque sei das minhas responsabilidades, da minha postura durante todo esse período e não tenho qualquer temor em relação a qualquer investigação”, afirmou Berzoini, logo após ler uma nota em que pediu seu licenciamento da presidência do PT.Segundo o ex-presidente, Marco Aurélio Garcia vai desempenhar a nova função durante pelo menos três semanas, até que a Executiva Nacional do partido possa definir quem de fato assumirá a presidência nacional do PT.Enquanto estiver licenciado do cargo, Berzoini disse que irá trabalhar “como parlamentar e militante”. E se colocou à disposição para ser investigado no caso da compra do dossiê: “As ilações podem ser feitas. O que eu estou manifestando é uma posição pessoal, de responsabilidade de militante e de total abertura para as investigações”.