Programa da Eletrobrás favorece comunidades rurais

04/09/2003 - 13h11

Rio, 4/9/2003 (Agência Brasil - ABr) - Uma nova etapa do programa de eletrificação rural Luz do Campo teve início, hoje, com a doação de R$ 60 mil feita pela Eletrobrás para a implantação do primeiro Centro Comunitário de Produção na comunidade de Boa Esperança, no município de São Fidélis (RJ). Essa iniciativa permitirá que tanques de aço inox, isotérmicos, mantenham o leite resfriado até ser recolhido por caminhões frigoríficos. Ou seja, adequando o produto a padrões de qualidade e conservação exigidos por lei.

A ação lança o primeiro de uma série de projetos sustentáveis do programa Luz no Campo. De acordo com a empresa, 60 pequenos produtores rurais serão beneficiados diretamente, podendo reduzir seus custos de transporte e vender leite a preços mais baixos no mercado.

Segundo o presidente da Eletrobrás, Luiz Pinguelli Rosa, que participou da cerimônia, além de estarem trabalhando para a implementação do Luz no Campo, que faz parte do objetivo geral do governo, eles estão também envolvidos no programa de universalização de energia elétrica. "Este será um passo importantíssimo que será divulgado em breve, no âmbito do governo federal. Não apenas a Eletrobrás está envolvida, mas ela é um dos principais agentes. O "Luz do Campo" é o embrião desse programa", explicou Pinguelli Rosa.

Em parceria com a Cerj, a Emater-RJ e a prefeitura de São Fidélis, a Eletrobrás por meio do "Luz no Campo" irá coordenar a montagem de uma unidade eletrificada de resfriamento de leite na comunidade de Boa Esperança.