Brasil está entre quatro países que mais desmatam

14/03/2007 - 0h53

Isabela Vieira
Repórter da Agência Brasil
Brasília - Os países que mais desmataram florestas no mundo entre os anos de 2000 e 2005 são Indonésia, México, Papua-Nova Guiné e Brasil. No território dessas quatro nações, está 80% das florestas no planeta. A informação consta na pesquisa Situação das Florestas do Mundo lançada nesta terça-feira (13) pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, a FAO. A publicação foi divulgada na abertura da 18a sessão do Comitê Florestal da entidade.Mesmo com 7,3 milhões de hectares devastados por ano, a pesquisa aponta que a superfície de floresta está em expansão no mundo. Isso porque mais de cem países têm programas de preservação e reflorestamento.Entre 1990 e 2005, a África desmatou quase 10% de suas florestas. Os países do continente detêm 16% das matas do mundo. Na região, um dos problema são as queimadas. “Em um ano típico, mais da metade dos danos florestais mundiais são causados por incêndios florestais na África”, aponta a pesquisa.Em documento divulgado pela FAO, o diretor adjunto geral da instituição, David Harcharik, afirma “que os países que encontram maiores dificuldades para alcançar uma gestão sustentável das florestas são aqueles que têm elevados índices de pobreza e sofrem com conflitos civis”.Em contraposição aos dados que apontam desflorestamento, a publicação demonstra que entre 1990 e 2005, a Europa e América do Norte aplicaram políticas que aumentaram a superfície florestal da região. Na Ásia oriental onde também houve crescimento da superfície de florestas. O estudo destaca a China “que compensou o desmatamento em outras áreas da Ásia”.Ainda de acordo com a publicação, o crescimento econômico da China e da Índia podem ajudar a criar condições necessárias para o ordenamento sustentável das florestas. “As instituições florestais da região estão se fortalecendo em diversos países e continua a tendência de processos e tomadas de decisões mais participativas”, aponta a FAO.Nos anos de 1990 e 2005 a superfície florestal mundial perdeu cerca de 3% do total da área de quatro bilhões de hectares. Os dados da agência das Nações Unidas indicam que entre 2000 e 2005, aumentaram as superfícies de florestas 57 países enquanto 87 tiveram redução.