Funcionários do Incra reforçam greve dos servidores com paralisação de 24 horas

12/04/2006 - 14h17

Yara Aquino
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Com uma paralisação de 24 horas, os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) reforçam a greve de diversos órgãos públicos federais, iniciada em 15 de março. Estão parados funcionários dos ministérios da Fazenda, do Planejamento, da Agricultura e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Hoje (12) à tarde, representantes dos servidores deverão ser recebidos pelo secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça. De acordo com o diretor da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Edson Cardoni, os grevistas esperam ouvir do governo respostas à contraproposta apresentada no dia 31 de março. Durante todo o dia, os servidores permanecem em vigília em frente ao Ministério do Planejamento.

Amanhã (13) será realizada uma plenária para discutir as propostas apresentadas pelo governo e decidir os rumos da categoria. As principais reivindicações são a implantação de planos de carreira, reajuste para o plano de classificação de cargos e paridade salarial entre aposentados e trabalhadores da ativa.