Conferência sobre rastreabilidade agropecuária reúne especialistas em Brasília

10/04/2006 - 13h13

Cecília Jorge
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A 2ª Conferência Internacional sobre Rastreabilidade de Produtos Agropecuários pretende definir padrões comuns de acompanhamento dos produtos agropecuários. O evento reúne produtores, técnicos, pesquisadores e gestores públicos de 27 países até quarta-feira (12) em Brasília.

A rastreabilidade é um conjunto de práticas que permitem acompanhar e registrar todo o processo de produção dos alimentos desde o campo até o supermercado. A medida já é adotada no Brasil para carnes e frutas destinadas à exportação. Na pecuária, por exemplo, um em cada quatro animais é registrado no Sistema Brasileiro de Identificação de Origem Bovina e Bubalina (Sisbov).

Na abertura do evento, o ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse que o objetivo é dar mais qualidade aos alimentos, garantindo melhor saúde para todos os consumidores. "Temos que olhar o mundo inteiro pensando em qualidade de produtos para que a saúde pública seja de melhor qualidade possível para que todos nós tenhamos uma melhor condição de sermos felizes e termos um bem-estar melhor em função do que possamos fazer juntos", defendeu.

Rodrigues destacou que o Brasil ainda tem possibilidade de aumentar a sua capacidade de produção porque existem 106 milhões de hectares de terra cultiváveis ainda não utilizadas no país. Mas como a expansão de terra não é ilimitada Rodrigues afirmou que melhorias na produção, como a ampliação do uso da rastreabilidade, são importantes para garantir a oferta de alimentos.