Lula inaugura projeto de revitalização da bacia do Tucunduba

26/02/2004 - 20h32

Belém, 26/2/2004 (Agência Brasil - ABr) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou em Belém a primeira etapa do projeto Macrodrenagem e Urbanização da Bacia do Tucunduba, a segunda maior bacia hidrográfica da capital paranese. A bacia, que abrange cinco partes da cidade, ocupa uma área de 14.175 metros de extensão, mas o projeto visa revitalizar 3,7 mil metros. Hoje, foi entregue a primeira fase, que comprende 1.080 metros.

Ao inaugurar o projeto, o presidente Lula pediu ao presidente da Câmara, João Paulo Cunha, que também está em Belém para assumir nterinamento a Presidência, que libere nas próximas 48 horas o restante do dinheiro para concluir a segunda etapa do projeto.

João Paulo assumirá a presidencia da República nos próximos dois dias, quando Lula estará em Caracas, Venezula, para participar da XII Segunda Reunião de Cúpula Presidencial do G-15. O vice-presidente José Alencar está internado e manifestou a impossibilidade de assumir a interinidade.

"João Paulo, não tem lugar melhor para você tomar posse do que aqui em Belém. É a primeira vez que um presidente da República vem a este local. E a comunidade daqui está tendo a oportunidade, então, de ter a presença de dois presidentes da República", disse Lula.

Lula afirmou que muitos projetos sociais ainda serão realizados em seu governo.

A primeira fase do projeto beneficiará 65 mil moradores de Belém, mas os melhoramentos vão refletir em toda a cidade, já que as obras de desobstrução do rio reduzirão pontos críticos de alagamentos durante as fortes chuvas. Antes das obras, muitas famílias viviam em palafitas e hoje encontram-se instaladas em um conjunto habitacional com ruas pavimentadas e serviços de esgoto.

A revitalização da primeira etapa da bacia do Tucunduba custou R$ 10 milhões, sendo R$ 7 milhões do FGTS. O restante foi contrapartida da prefeitura de Belém.