one pixel track analytics scorecard

Digite sua busca e aperte enter


Compartilhar:

Ministérios de Temer: Esplanada deixa de ter mulheres

Criado em 12/05/16 13h55 e atualizado em 16/05/16 16h57
Por Leandro Melito

Brasília - Com o anúncio dos novos ministros do governo interino de Michel Temer, a participação de mulheres no Poder Executivo Federal sofreu um retrocesso e voltou ao patamar do governo de Ernesto Geisel (1974-1979).

No período democrático, o governo Temer é o primeiro a não ter nenhuma representante do sexo feminino na Esplanada. O governo Dilma foi o que teve o maior número de mulheres nos ministérios. Foram 18 durante os seis anos de seu governo. O segundo é o governo Lula que abrigou 11 mulheres na Esplanada entre 2003 e 2011.

Confira a lista completa de ministros de Michel Temer

Os três presidentes anteriores, Fernando Henrique Cardoso (1995-2003), Itamar Franco (1992-1995) e Fernando Collor (1990-1992) nomearam duas mulheres cada um e José Sarney (1985-1990) apenas uma. Durante o governo Dilma, a porcentagem de mulheres nos ministérios diminuiu de 18,9% em 2010 para 12,9% em 2015 após a última reforma ministerial.

Confira quem foram as ministras mulheres durante os dois governos de Dilma Rousseff:

Na formação do primeiro governo Dilma, nove mulheres foram empossadas como ministras em um total de 37 ministérios, o que corresponde a 24,3%. Faziam parte do governo nesse momento Mirian Belchior (Planejamento), Ideli Salvatti (Pesca e Aquicultura), Maria do Rosário (Direitos Humanos), Tereza Campelo (Desenvolvimento Social), Ana de Hollanda (Cultura), Iriny Lopes (SPM),  Helena Chagas (Secom), Luiza Bairros (Políticas de Promoção da Igualdade Racial) e Izabella Teixeira (Meio Ambiente).

Posse dos ministros da Dilma em 2010
Creative Commons - CC BY 3.0 - Posse dos ministros da Dilma em 2010

Agência Brasil

Já no segundo mandato, o número de mulheres na Esplanada diminuiu para 15,3% do total de ministérios, sendo seis mulheres para um total de 39 pastas. Fizeram parte do governo naquele momento Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento); Nilma Lino Gomes (Secretaria de Política de Promoção da Igualdade Racial), Tereza Campello (Desenvolvimento Social), Ideli Salvatti (Direitos Humanos), Izabella Teixeira (Meio Ambiente) e Eleonora Menicucci (Políticas para Mulheres).

Posse ministros Dilma 2015
Creative Commons - CC BY 3.0 - Posse ministros Dilma 2015

Wilson Dias / Agência Brasil


Após a última reforma ministerial realizada em 2015, que diminuiu o número de ministérios para 31, a porcentagem de participação das mulheres caiu para 12,9% com quatro mulheres no comando de pastas na Esplanada. Integravam nesse momento o governo Kátia Abreu (Agricultura), Nina Lino Gomes (Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos), Tereza Campello (Desenvolvimento Social) e Izabella Teixeira (Meio Ambiente).

Antes de seu afastamento o número de mulheres com pastas nos ministérios subiu para seis com as ministras interinas Inês da Silva Magalhães, que assumiu interinamente Cidades com a saída de Gilberto Kassab e Eva Maria Cella Dal Chiavo, que assumiu a Casa Civil interinamente após a nomeação de Lula para a pasta ser barrada pelo STF.

Legislativo

No último dia 27, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou no final da noite a criação da comissão da Defesa dos Direitos da Mulher, em meio a críticas da bancada feminina na casa. Entre os questionamentos, estão assuntos de interesse das mulheres que não serão discutidos na comissão. O texto do relator João Campos (PRB-GO) estabelece que a questão dos nascituros passa a ser responsabilidade da Comissão de Seguridade Social e a remuneração das mulheres será tratada pela Comissão de Trabalho e Serviço Público.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Fazer uma Denúncia Fazer uma Reclamação Fazer uma Elogio Fazer uma Sugestão Fazer uma Solicitação Fazer uma Simplifique

Deixe seu comentário