one pixel track analytics scorecard

Digite sua busca e aperte enter


A alta de agosto para setembro foi provocada pelo grupo alimentação, cujo índice passou de 1,15% em agosto para 1,59%

Imagem:

Compartilhar:

Inflação perde força em SP, mas alimentos ficam mais caros

Criado em 25/10/13 08h53 e atualizado em 25/10/13 09h17
Por Marli Moreira Edição:Talita Cavalcante Fonte:Agência Brasil

São Paulo - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), atingiu 0,39%, na terceira semana de outubro, o que significa um aumento de 0,02 ponto percentual sobre o resultado anterior. Essa elevação foi menos intensa do que a registrada na passagem da primeira prévia para a segunda semana (de 0,29% para 0,37%).

Leia também no Portal EBC:

Governo padroniza regras para venda de garantia estendida

Agricultores já contrataram R$ 38,6 bilhões da safra 2013/2014

A maior correção de preços ocorreu no grupo alimentação com 0,90% ante 0,61%, seguida por despesas pessoais com 0,67% ante 0,51% e educação com 0,13% ante 0,10%. Em compensação, no grupo vestuário os preços recuaram em 0,03% ante uma alta de 0,25% e nos demais grupos foram constatados decréscimos.

Em habitação, o efeito aluguel já não causa tanta pressão como antes sobre o índice. Nesse grupo,  a taxa ficou em 0,15% ante 0,25%. No grupo transportes, o IPC passou de 0,16% para 0,13% e em saúde, houve aumento de 0,67%, abaixo da variação passada que tinha atingido 0,51%.

Edição: Talita Cavalcante

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Fazer uma Denúncia Fazer uma Reclamação Fazer uma Elogio Fazer uma Sugestão Fazer uma Solicitação Fazer uma Simplifique

Deixe seu comentário