Catadores de materiais recicláveis fazem passeata no Rio

14/11/2008 - 0h47

Thais Leitão
Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - Cerca de 100 catadores de materiais recicláveis realizaram na manhã de hoje (14) uma passeata pelas ruas do centro do Rio de Janeiro. Com o apoio de um caminhão de som, carregando bandeiras do movimento e empurrando carrinhos cheios de materiais descartados que podem ser reaproveitados, eles partiram da Candelária por volta das 10h30 da manhã e seguiram em direção ao Centro Cultural da Ação da Cidadania, na zona portuária da cidade. No local, será aberto no início desta tarde, com a participação do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, o 1º Congresso Estadual do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis. Durante três dias, integrantes da categoria vão participar de palestras, oficinas, debates e atividades culturais com o objetivo de fortalecer o desenvolvimento social e econômico dessa parcela da população. De acordo com o organizador da marcha e coordenador do movimento no Rio de Janeiro, Tião Santos, o objetivo da passeata foi chamar a atenção da população e das autoridades públicas para a importância da atividade dos catadores. “Coleta seletiva e saúde caminham juntas. Se você não recicla seu material e joga lixo por aí o seu copinho descartável pode virar criadouro do mosquito da dengue. É possível gerar renda e proteger o meio ambiente de uma forma muito simples, separando o seu material reciclável e doando para uma associação ou uma cooperativa de catadores”, destacou.De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) existem atualmente cerca de 230 mil catadores de materiais recicláveis no país. O movimento estadual estima que somente no Rio de Janeiro aproximadamente 50 mil pessoas obtenham seus rendimentos com essa atividade.