Depois de críticas, Temporão elogia atual gestão da Funasa

13/11/2008 - 0h12

Paula Laboissière
Repórter da Agência Brasil
Brasília - Depois de criticarontem (12) a atuação da Fundação Nacionalde Saúde (Funasa), o ministro da Saúde, JoséGomes Temporão, esclareceu hoje que as afirmaçõesse referiam a uma série de relatórios apresentados porórgãos de controle sobre gestões anteriores dafundação.

“Acho que o atual presidente daFunasa encontrou uma situação difícil e estáfazendo um grande esforço. Minha expectativa é que aFunasa possa resgatar uma tradição histórica", disse Temporão, em entrevista a emissoras de rádio durante o programa Bom Dia, Ministro, nos estúdios da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

"Ela é uma fusão de duas instituições [Superintendência de Campanhas de Saúde Pública, a Sucam, e Serviço Especial de Saúde Pública, a Fundação Sesp] queprestaram grandes serviços para a saúde públicabrasileira e fizeram um trabalho de excepcional qualidade. A Funasa éa herança dessas duas instituições e temos quefazer com que ela possa resgatar essa boa tradição dasaúde pública e prestar bons serviços àpopulação brasileira”, completou o ministro

Temporão havia criticado a qualidade doatendimento prestado pela Funasa ontem (12), durante reuniãodo Conselho Nacional de Saúde para debater a proposta detransferência do controle do programa de saúde indígenada fundação para a Secretaria de AtençãoPrimária e Promoção da Saúde doministério.

A assessoria de imprensa da Funasa informou que o órgão não vai se pronunciar sobre o assunto.