BNDES aprova primeiro financiamento no âmbito do programa de apoio ao audiovisual

13/09/2007 - 22h15

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou hoje (13) o primeiro apoio financeiro a uma produção cinematográfica nacional, no âmbito do Programa de Apoio à Cadeia Produtiva do Audiovisual (Procult).

Os recursos, no total de R$ 1 milhão, serão destinados à empresa Movi & Art Produções Cinematográficas Ltda, sediada em São Paulo, onde atua há 26 anos, a fim de viabilizar a produção do longa metragem 174, também denominado Infância Roubada.

As filmagens foram iniciadas em julho passado e o lançamento está previsto para o início de 2008. O filme já tem contratos de distribuição assinados com a companhia norte-americana Paramount e com o Canal Plus, para os países de língua francesa.Pela primeira vez a instituição oferece mecanismos de empréstimo à produção audiovisual, como alternativa à captação de recursos por meio das leis de incentivo à cultura. O Procult foi lançado pelo BNDES no final do ano passado e tem vigência prevista até dezembro de 2008. Ele abrange os segmentos de produção, distribuição e comercialização, exibição e serviços de infra-estrutura. O limite para as operações realizadas diretamente junto à instituição é de R$ 1 milhão e o BNDES participa com até 100% no caso de micro, pequenas e médias empresas, e com até 70% dos itens financiáveis para as grandes empresas.