Justiça italiana decreta falência da Parmalat

27/12/2003 - 17h52

Brasília - O tribunal de Parma decretou este sábado a falência da Parmalat, abrindo assim a via oficial para colocação do grupo agroalimentar italiano sob administração judicial, informou a agência France Presse.

Esta medida permite preservar, numa primeira fase, os interesses dos agricultores, fornecedores de leite da Parmalat, acordando com eles a prioridade dos pagamentos.

O grupo Parmalat, que se encontra envolvido num escândalo financeiro de grande dimensão, tem um passivo de pelo menos sete bilhões de euros - face um volume de negócios de 7,5 bilhões de euros em 2002 -, que poderá agravar-se nos próximos dias, à medida que prosseguir o inquérito judicial, revela a imprensa italiana.

A Parmalat foi colocada na quarta-feira sob a protecção de um procedimento sobre falências, adotado de urgência e especialmente para a empresa pelo governo italiano, que espera assim salvar os equipamentos e os empregos.

Informações da Agência Lusa.