ANTT intensifica fiscalização de serviços nos principais terminais rodoviários neste fim de ano

24/12/2003 - 11h32

Brasília, 24/12/2003 (Agência Brasil - ABr) - Os fiscais da Agência Nacional de Transportes Terrestres trabalham intensamente neste final de ano nos principais terminais rodoviários do país, para verificar se os serviços prestados pelas empresas de ônibus estão corretos. A ANTT esta aproveitando o aumento no movimento nas rodoviárias neste período de festas para intensificar a fiscalização.

Somente no final de semana passado, foram aplicadas 25 multas a empresas do Distrito Federal. Os principais problemas registrados foram atraso nos horários de chegada e saída dos ônibus, comercialização de seguro facultativo e preenchimento irregular de bilhetes de passagem. Segundo o Superintendente de Serviços de Transportes de Passageiros da ANTT, José Antônio Schmitt Azevedo, além dos problemas de atraso, os fiscais estão verificando as condições reais do ônibus, como a existência de assentos suficientes para os passageiros, a adequação dos banheiros e a disponibilidade de equipamentos mínimos de segurança para os usuários.

Outro ponto verificado pela agência é a quantidade de pessoas que vão aos terminais. No terminal de Brasília, por exemplo, muitos parentes e vizinhos entram para se despedir ou receber as pessoas que estão viajando, causando, com isso, a superlotação das plataformas e conseqüentemente o atraso na partida dos ônibus.

Os fiscais detectaram também outra irregularidade: a venda casada de seguro facultativo. Segundo o Superintendente da ANTT, a venda deste seguro é absolutamente proibida. "As empresas não podem vender diretamente o seguro. A comercialização deste seguro deve ser feita por uma agência de seguro autorizada e em local adequado", afirmou José Antônio Schmitt Azevedo. Os fiscais estão de olho também nas agências de viagem que fretam ônibus. Neste caso só poderão viajar veículos fretados que obtiverem autorização exclusiva da ANTT.