Saneamento do setor elétrico deve incluir empresas do Sistema Eletrobrás, diz Pinguelli

29/01/2003 - 15h41

Rio, 29/1/2003 (Agência Brasil - ABr) – O presidente da Eletrobrás, Luiz Pinguelli Rosa, disse hoje que o saneamento das empresas do setor elétrico brasileiro deve incluir algumas empresas controladas pelo Sistema Eletrobrás. Luiz Pinguelli citou o caso específico da Eletronuclear e da Eletronorte, que vendem energia abaixo do custo de geração. Segundo ele, este é um problema que terá de ser resolvido e inclui mudanças na tarifa de geração elétrica que "está completamente fora do real".

A idéia, já anunciada pela ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, do chamado "pool" de empresas, servirá para fazer essa compensação, lembrou o presidente da Eletrobrás. Ele disse, porém, que isso é algo a ser construído e descartou a hipótese de que a tarifa vai aumentar amanhã de manhã. De acordo com Luiz Pinguelli, negociar a situação econômico-financeira das empresas, tanto as privatizadas quanto as estatais, é prioridade. Ele revelou que irá trabalhar para que não haja devolução de concessões. A questão tem de ser resolvida de forma uniforme e homogênea, a partir da mudança do modelo do setor elétrico, afirmou.