Hospital Barra D&#039;Or https://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil//taxonomy/term/178312/all pt-br Ator Jorge Dória morre aos 92 anos no Rio https://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil//noticia/2013-11-06/ator-jorge-doria-morre-aos-92-anos-no-rio <p>Paulo Virgilio<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil </em></p> <p> Rio de Janeiro - O ator Jorge D&oacute;ria, de 92 anos, morreu hoje (6), &agrave;s 15h05, no Hospital Barra D&#39;Or, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, onde estava internado desde o dia 27 de setembro. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, D&oacute;ria morreu depois de ter complica&ccedil;&otilde;es cardiorrespirat&oacute;rias e renais.</p> <p> Afastado da vida art&iacute;stica desde 2005, quando sofreu um acidente vascular cerebral, o carioca Jorge D&oacute;ria, cujo nome de batismo era Jorge Pires Ferreira, come&ccedil;ou no teatro em 1942 e no cinema seis anos depois. Quando ingressou na televis&atilde;o, na d&eacute;cada de 50, j&aacute; era um ator consagrado nos palcos e nas telas.</p> <p> Entre outras pe&ccedil;as, atuou em <em>O Avarento</em>, <em>Escola de Mulheres</em>, <em>A Morte do Caixeiro Viajante</em>, e a com&eacute;dia <em>A Gaiola das Loucas</em>, do franc&ecirc;s Jean Poiret, seu maior sucesso como protagonista nos palcos e uma das campe&atilde;s de bilheteria do teatro brasileiro.</p> <p> Com 22 filmes no curr&iacute;culo, Jorge D&oacute;ria recebeu v&aacute;rios pr&ecirc;mios pela atua&ccedil;&atilde;o no cinema. Entre outros, destacou-se nos filmes <em>O Assalto ao Trem Pagador</em>, <em>Como &Eacute; Boa nossa Empregada</em>, <em>A Dama do Lota&ccedil;&atilde;o</em> e <em>Perdoa-me por Me Tra&iacute;res</em>.</p> <p> Foi na televis&atilde;o, no entanto, que Jorge D&oacute;ria alcan&ccedil;ou grande popularidade nacional. De 1970 at&eacute; se afastar por motivo de doen&ccedil;a, foram mais de 20 novelas, seriados e programas de humor. Na primeira vers&atilde;o de <em>A Grande Fam&iacute;lia</em>, da TV Globo, que estreou em 1972, D&oacute;ria foi o int&eacute;rprete de Lineu, o pai de fam&iacute;lia hoje vivido, na segunda vers&atilde;o do seriado, por Marco Nanini. Desde 1999, integrava o elenco do humor&iacute;stico Zorra Total.</p> <p> De acordo com parentes, o corpo de Jorge D&oacute;ria ser&aacute; cremado, em cerim&ocirc;nia amanh&atilde; (7), &agrave;s 16h, no Memorial do Carmo, no Caju, zona norte do Rio, onde ocorrer&aacute; o vel&oacute;rio, a partir da noite desta quarta-feira.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Juliana Andrade</em></p> <p><em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias, &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em></p> ator cinema Cultura Hospital Barra D'Or Jorge Dória morte teatro televisão Wed, 06 Nov 2013 21:14:23 +0000 julianas 734524 at https://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/