Koinonia http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/taxonomy/term/151603/all pt-br Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa é celebrado no Rio com eventos na Cinelândia http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-01-21/dia-nacional-de-combate-intolerancia-religiosa-e-celebrado-no-rio-com-eventos-na-cinelandia <p> Fl&aacute;via Villela<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia</em></p> <p> <img alt="" src="http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/sites/_agenciabrasil/files/imagecache/300x225/gallery_assist/23/gallery_assist712154/prev/AgenciaBrasil210113_TRG3605.jpg" style="width: 300px; height: 225px; margin: 6px 3px; float: right;" />Rio de Janeiro - Representantes de v&aacute;rias religi&otilde;es re&uacute;nem-se durante todo o dia de hoje (21), Dia Nacional de Combate &agrave; Intoler&acirc;ncia Religiosa, na Cinel&acirc;ndia, centro do Rio, para defender a conviv&ecirc;ncia entre as diferentes religi&otilde;es e cobrar pol&iacute;ticas p&uacute;blicas das autoridades competentes.</p> <p> Al&eacute;m das apresenta&ccedil;&otilde;es inter-religiosas em um palco ao ar livre, que acontecem at&eacute; &agrave;s 20h, o evento tamb&eacute;m conta com o semin&aacute;rio Caminhos para a Liberdade Religiosa, no Centro Cultural Justi&ccedil;a Federal (CCJF), tamb&eacute;m na Cinel&acirc;ndia, aberto ao p&uacute;blico at&eacute; as 18h.</p> <p> Ao fim dos debates, um documento final ser&aacute; elaborado por institui&ccedil;&otilde;es religiosas, acad&ecirc;micos e especialistas e entregue &agrave;s autoridades com diretrizes para a cria&ccedil;&atilde;o de um Plano Nacional de Combate &agrave; Intoler&acirc;ncia Religiosa.</p> <p> Um dos coordenadores do encontro, Rafael Soares de Oliveira, da entidade ecum&ecirc;nica de servi&ccedil;o Koinonia e do Movimento Inter-Religioso (MIR), explicou que a n&atilde;o implementa&ccedil;&atilde;o das leis criadas para defender as minorias tem gerado mortes e desrespeito aos direitos humanos em todo o Brasil.</p> <p> &ldquo;As consequ&ecirc;ncias da intoler&acirc;ncia religiosa s&atilde;o muito graves para que o Estado fique inerte. O Estado &eacute; laico, mas tem o dever de defender a liberdade. Um plano precisa trabalhar com a perspectiva da educa&ccedil;&atilde;o de todos os entes da federa&ccedil;&atilde;o, promo&ccedil;&atilde;o dos direitos e da prote&ccedil;&atilde;o, em caso de viola&ccedil;&atilde;o da liberdade religiosa&rdquo;.</p> <p> O superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos, Cl&aacute;udio Nascimento, explicou que dados da Secretaria Estadual de Assist&ecirc;ncia Social e Direitos Humanos apontam que os grupos mais perseguidos no Rio s&atilde;o os das comunidades de matriz africana.</p> <p> &ldquo;Ainda existe uma aus&ecirc;ncia de pol&iacute;ticas p&uacute;blicas objetivas para combater a intoler&acirc;ncia religiosa. Mas estamos elaborando um plano estadual sobre o tema, criamos o primeiro grupo permanente de enfrentamento &agrave; intoler&acirc;ncia religiosa e o Centro de Promo&ccedil;&atilde;o da Liberdade Religiosa e Direitos Humanos&rdquo;, contou.</p> <p> A fundadora da Comiss&atilde;o de Combate &agrave; Intoler&acirc;ncia Religiosa (CCIR), que organizou o evento, F&aacute;tima Dama, pediu o apoio da Justi&ccedil;a e da m&iacute;dia para que alguns programas de comunica&ccedil;&atilde;o e entidades p&uacute;blicas parem de agredir algumas religi&otilde;es como a umbanda, da qual ela faz parte. &ldquo;Sofremos muito preconceito. Somos achincalhados em programas de televis&atilde;o. Somos impedidos de dar apoio espiritual em alguns lugares, como pres&iacute;dios e hospitais&rdquo;, lamentou F&aacute;tima.</p> <p> Para o rabino Dario Bialer, da Associa&ccedil;&atilde;o Religiosa Israelita do Rio de Janeiro (ARI-RJ) a uni&atilde;o de diferentes religi&otilde;es fortalece a conscientiza&ccedil;&atilde;o para uma sociedade mais tolerante. &ldquo;Estamos aqui para lutar com armas nobres, com educa&ccedil;&atilde;o, mensagem de solidariedade e esperan&ccedil;a, mas n&atilde;o apenas lutas individuais, espec&iacute;ficas, como tamb&eacute;m a luta dos outros, para criarmos uma sociedade mais justa e mais humana&rdquo;.</p> <p> Para a cigana Mirian Stanescon, presidente da Funda&ccedil;&atilde;o Santa Sara Kali, a luta pela toler&acirc;ncia religiosa &eacute; uma luta de todos, pois busca a defesa da liberdade e do respeito &agrave;s diferen&ccedil;as.</p> <p> &ldquo;Vou &agrave; Igreja Cat&oacute;lica, vou &agrave; missa quando me d&aacute; na telha, vejo um culto evang&eacute;lico, j&aacute; fui &agrave; sess&atilde;o de umbanda, pois todos os caminhos levam a Deus. O que a gente tem que respeitar s&atilde;o as diferen&ccedil;as, pois o que mais matou a humanidade foi a religi&atilde;o: voc&ecirc; achar que o seu deus &eacute; melhor do que o meu&rdquo;.</p> <p> O Dia Nacional de Combate &agrave; Intoler&acirc;ncia Religiosa foi institu&iacute;da em 2007 pela Lei Federal 11.635, em homenagem a Gild&aacute;sia dos Santos e Santos, a M&atilde;e Gilda, do terreiro Ax&eacute; Abass&aacute; de Ogum, de Salvador. A religiosa do candombl&eacute; enfartou ap&oacute;s ver seu rosto estampado na primeira p&aacute;gina da Folha Universal, jornal evang&eacute;lico, com a manchete Macumbeiros charlat&otilde;es lesam o bolso e a vida dos clientes.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Davi Oliveira</em></p> <p> <em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em><br /> &nbsp;</p> ARI-RJ CCIR combate à intolerância evento inter-religioso Koinonia MIR Movimento Inter-Religioso Nacional perseguição ao candomblé perseguição à umbanda tolerância religiosa Mon, 21 Jan 2013 15:57:43 +0000 davi.oliveira 712147 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil