Nós do Morro http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/taxonomy/term/145821/all pt-br Escola de Cinema Darcy Ribeiro comemora dez anos de história no Rio http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2012-10-23/escola-de-cinema-darcy-ribeiro-comemora-dez-anos-de-historia-no-rio <p> <em>Da Ag&ecirc;ncia Brasil</em><br /> &nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;<br /> Rio de Janeiro - A Escola de Cinema Darcy Ribeiro (ECDR), no centro da capital fluminense, realizou hoje (23) em sua sede uma festa para comemorar os dez anos de funda&ccedil;&atilde;o, completados este m&ecirc;s. A programa&ccedil;&atilde;o contou com espet&aacute;culos de cinema, m&uacute;sica e poesia, e com a apresenta&ccedil;&atilde;o de um <em>pocket show</em> com os m&uacute;sicos Jards Macal&eacute;, Jorge Mautner e Rog&ecirc;. &nbsp;</p> <p> Conhecida como um espa&ccedil;o aberto &agrave; experimenta&ccedil;&atilde;o, reflex&atilde;o e pesquisas de novas linguagens no campo do audiovisual, a escola j&aacute; formou mais de 3.600 alunos no curso regular, de diferentes regi&otilde;es do Brasil e de pa&iacute;ses da Europa e da Am&eacute;rica do Sul. Ela oferece cursos regulares, oficinas e laborat&oacute;rios de roteiros, al&eacute;m de atividades de extens&atilde;o, como um cineclube, que ocorre aos s&aacute;bados.</p> <p> Segundo a fundadora e diretora da ECDR, Irene Ferraz, a institui&ccedil;&atilde;o est&aacute; cumprindo a miss&atilde;o de formar profissionais criativos e competentes para o mercado de trabalho, atualizados com as principais tecnologias de converg&ecirc;ncia digital. &ldquo;O importante &eacute; buscarmos a tecnologia a servi&ccedil;o da cria&ccedil;&atilde;o. Nossos alunos trabalham com projetos criativos, na hoje t&atilde;o falada ind&uacute;stria criativa&rdquo;, disse a diretora. &nbsp;</p> <p> De acordo com Irene, um ter&ccedil;o das vagas do espa&ccedil;o s&atilde;o direcionadas a alunos de organiza&ccedil;&otilde;es n&atilde;o governamentais (ONGs) relacionadas ao segmento audiovisual, por interm&eacute;dio dos pontos de Cultura, coordenados pelo Minist&eacute;rio da Cultura (MinC). S&atilde;o alunos da Central &Uacute;nica das Favelas (Cufa), do N&oacute;s do Morro, do AfroReggae, do N&oacute;s do Cinema e do Observat&oacute;rio das Favelas, entre outras entidades.</p> <p> Irene foi coordenadora de produ&ccedil;&atilde;o da Escuela Internacional de Cine Y Television (EICTV), em Cuba, entre 1992 e 1993. Ao retornar ao Brasil, ela tentou viabilizar o projeto da escola com o professor Darcy Ribeiro. Ap&oacute;s a morte de Darcy, Irene deu continuidade &agrave; iniciativa e em 1998 ajudou a criar o Instituto Brasileiro de Audiovisual, que &eacute; a institui&ccedil;&atilde;o mantenedora do espa&ccedil;o. A partir de 2002, com a obten&ccedil;&atilde;o da sede, foram iniciados os cursos regulares.</p> <p> O corpo docente da institui&ccedil;&atilde;o &eacute; formado por diretores renomados do cinema nacional, como Ruy Guerra, que &eacute; coordenador acad&ecirc;mico do espa&ccedil;o, Fl&aacute;vio Tambellini e Walter Lima Junior. Fazem parte de seu conselho &iacute;cones da cultura brasileira, como os cineastas Cac&aacute; Diegues e Nelson Pereira dos Santos e o arquiteto Oscar Niemeyer.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Davi Oliveira</em></p> AfroReggae Cufa Cultura ECDR Escola de Cinema Darcy Ribeiro Irene Ferraz Ministério da Cultura Nós do Cinema Nós do Morro Observatório das Favelas Tue, 23 Oct 2012 20:43:53 +0000 davi.oliveira 706135 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil