Polícia do Rio encontra corpo em Belford Roxo que pode ser de menino desaparecido

30/06/2011 - 15h51

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A Polícia Militar do Rio de Janeiro encontrou hoje (30) em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, o corpo de uma criança, em avançado estado de decomposição, que pode ser o do menino Juan Moraes. A criança de 11 anos desapareceu no último dia 20, após troca de tiros entre policiais militares e traficantes, em uma operação na favela Danon, em Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense.

A polícia chegou ao local no início da manhã por meio de uma denúncia anônima feita na noite de ontem à Corregedoria da corporação. O corpo estava em um córrego de uma região rural de difícil acesso. No local havia porcos e urubus, o que pode ter acelerado a decomposição.

De acordo com o perito da Polícia Civil Joelmir Portes o corpo encontrado é compatível com o do menino. O crânio está intacto, com exceção de uma lesão no maxilar. Porém, segundo ele, é necessário esperar um parecer do Instituto Médico-Legal.

“Foi uma perícia preliminar, mas ele teve uma fratura no maxilar. Só o IML vai dizer o que ocorreu de fato”, informou Portes.  

O corpo foi transferido para o IML da capital, onde será feito um exame de DNA.

A família de Juan foi incluída hoje (30) no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte, do governo federal. A informação é da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, que aceitou a proposta da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

 

Edição: Lílian Beraldo