sutentabilidade http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil/taxonomy/term/134311/all pt-br Empresas que não forem sustentáveis vão perder mercado, alertam lideranças http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil/noticia/2012-05-30/empresas-que-nao-forem-sustentaveis-vao-perder-mercado-alertam-liderancas <p> Vladimir Platonow<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Rio de Janeiro &ndash; A crescente press&atilde;o de consumidores em todo o mundo por produtos e processos ambientalmente respons&aacute;veis poder&aacute; tirar mercado de empresas que n&atilde;o sejam sustent&aacute;veis. O alerta foi dado hoje (30) durante o debate que marcou o lan&ccedil;amento do <em>Guia Rio+20</em>, com as principais informa&ccedil;&otilde;es sobre a Confer&ecirc;ncia das Na&ccedil;&otilde;es Unidas sobre o Desenvolvimento Sustent&aacute;vel (Rio+20). O encontro reuniu empres&aacute;rios e lideran&ccedil;as da &aacute;rea econ&ocirc;mica e ambiental no Rio de Janeiro.</p> <p> A presidenta-executiva do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustent&aacute;vel (Cebds), Marina Grossi, disse que as empresas que n&atilde;o se adequarem aos novos tempos perder&atilde;o mercado. &ldquo;V&atilde;o ser punidas pelo consumidor, que tem o papel de pressionar e exigir transpar&ecirc;ncia&rdquo;, disse.</p> <p> Marina frisou que &eacute; poss&iacute;vel conciliar obten&ccedil;&atilde;o do lucro com uma atitude ambientalmente respons&aacute;vel. &ldquo;Esse &eacute; um dos temas da confer&ecirc;ncia. A economia verde visa computar os impactos ambientais e sociais. Hoje o custo real de um produto n&atilde;o &eacute; registrado&rdquo;.</p> <p> O presidente do Conselho Curador da Funda&ccedil;&atilde;o Brasileira para o Desenvolvimento Sustent&aacute;vel (FBDS), Israel Klabin, tamb&eacute;m alertou para a poss&iacute;vel perda de competitividade no mercado das empresas que continuarem a adotar pol&iacute;ticas n&atilde;o sustent&aacute;veis.</p> <p> &ldquo;Voc&ecirc; tem dois efeitos, de baixo para cima e de cima para baixo. Tem que ter uma decis&atilde;o da empresa, mas tamb&eacute;m um empurr&atilde;o de baixo, que s&atilde;o os contingenciamentos que o mercado produz. Isso est&aacute; acontecendo em v&aacute;rios lugares. O lucro n&atilde;o &eacute; o lucro financeiro. Tem que ser o produto final da inclus&atilde;o social, custo do impacto ambiental da produ&ccedil;&atilde;o e, finalmente, o lucro econ&ocirc;mico&rdquo;, disse Klabin.</p> <p> O <em>Guia Rio+20</em> pode ser baixado gratuitamente nos endere&ccedil;os<a href="http://www.cebds.org.br"> www.cebds.org.br</a> e <a href="http://www.fbds.org.br">www.fbds.org.br</a>.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: F&aacute;bio Massalli</em></p> ambientalmente responsável consumidor consumidores Economia Guia Rio+20 impactos ambientais e sociais a Meio ambiente Meio Ambiente mercado Rio+20 sutentabilidade transparência Thu, 31 May 2012 00:56:04 +0000 fabio.massalli 696094 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil