Bloqueio 13 http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil/taxonomy/term/128027/all pt-br Polícia Civil do Rio desarticula quadrilha que praticava extorsão por telefone http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil/noticia/2011-11-28/policia-civil-do-rio-desarticula-quadrilha-que-praticava-extorsao-por-telefone <p> <em>Da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Rio de Janeiro &ndash; A Pol&iacute;cia Civil do Rio de Janeiro prendeu hoje (28) cinco pessoas suspeitas de pertencer a uma quadrilha que extorquia e amea&ccedil;ava pessoas por telefone. Segundo a pol&iacute;cia, o grupo atuava dentro de pres&iacute;dios passando trotes e exigindo cerca de R$ 20 mil &agrave;s v&iacute;timas. O crime era cometido em dez estados e em 22 cidades.</p> <p> De acordo com o delegado assistente da 13&ordf; Delegacia de Pol&iacute;cia, de Ipanema, Carlos Abreu, as investiga&ccedil;&otilde;es come&ccedil;aram h&aacute; cerca de quatro meses, em fun&ccedil;&atilde;o de uma den&uacute;ncia registrada por uma das v&iacute;timas. Segundo ele, durante 15 dias os policiais acompanharam, por escutas telef&ocirc;nicas, 977 liga&ccedil;&otilde;es, sendo que 500 telefonemas foram de pessoas v&iacute;timas do golpe. Al&eacute;m de exigir dinheiro, os suspeitos amea&ccedil;avam as v&iacute;timas de morte. &quot;S&atilde;o as pessoas internas que ficam fazendo essas liga&ccedil;&otilde;es a cobrar para as pessoas, extorquindo. Falam de uma forma bem amea&ccedil;adora, dizendo que v&atilde;o dar tiro na espinha e a v&iacute;tima, de forma atormentada, acaba cedendo aos dep&oacute;sitos [exigidos pelos criminosos]&quot;.</p> <p> Abreu orienta as v&iacute;timas do golpe a procurar a pol&iacute;cia caso recebam uma liga&ccedil;&atilde;o suspeita, seja na situa&ccedil;&atilde;o de falso sequestro ou de um pr&ecirc;mio. &quot;Antes de ceder a qualquer tipo de telefonema suspeito, [a v&iacute;tima] n&atilde;o [deve] ceder e fazer qualquer dep&oacute;sito antes de procurar a pol&iacute;cia&quot;.</p> <p> Pai de uma filha adolescente, o motorista Rog&eacute;rio da Silva Alves, de 42 anos, foi v&iacute;tima recente do golpe ao receber uma liga&ccedil;&atilde;o a cobrar. Segundo ele, havia uma voz feminina e outra masculina no fundo, com um tom amea&ccedil;ador. Ao perceber que se tratava de um trote, ele usou um nome falso como estrat&eacute;gia para despistar o suposto sequestrador. &quot;A primeira coisa que me veio &agrave; cabe&ccedil;a ao ouvir aquela voz de mulher me chamando, foi de inventar um nome fict&iacute;cio para essa mulher. Inventei e chamei de Maria e a pessoa confirmou. Eu simplesmente mandei ele procurar uma outra coisa para fazer, porque eu n&atilde;o tinha nenhuma filha com o nome de Maria&quot;.</p> <p> Segundo o delegado, 20 pessoas foram indiciadas, sendo 15 denunciadas pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico. O delegado disse ainda que foram feitos bloqueios de contas banc&aacute;rias a partir de representa&ccedil;&atilde;o judicial e outros mandados podem ser expedidos ao longo da semana.</p> <p> A opera&ccedil;&atilde;o, denominada Bloqueio 13, contou com o apoio de agentes do Departamento Geral de Pol&iacute;cia da Capital e da Secretaria de Administra&ccedil;&atilde;o Penitenci&aacute;ria.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Lana Cristina</em><br /> &nbsp;</p> Bloqueio 13 falso sequestro Nacional Polícia Civil do Rio quadrilha trotes vítimas Mon, 28 Nov 2011 20:23:09 +0000 lana 684019 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil