agronegócios http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/taxonomy/term/124361/all pt-br Kátia Abreu defende pauta do MST, depois de encontro com Dilma Rousseff http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2011-08-23/katia-abreu-defende-pauta-do-mst-depois-de-encontro-com-dilma-rousseff <p> Luciana Lima<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Bras&iacute;lia - A senadora K&aacute;tia Abreu (DEM-TO) disse hoje (23) que as reivindica&ccedil;&otilde;es do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Via Campesina s&atilde;o justas, ap&oacute;s se reunir com a presidenta Dilma Rousseff. Eles est&atilde;o mobilizados nesta semana em 20 estados e no Distrito Federal pedindo solu&ccedil;&atilde;o para o endividamento de assentamentos e o assentamento de mais de 60 mil fam&iacute;lias hoje acampadas em todo pa&iacute;s.</p> <p> &quot;Gente, as d&iacute;vidas s&atilde;o reais&quot;, disse a senadora que deve ingressar no futuro partido PSD, que se declara &quot;independente&quot; no Congresso Nacional.</p> <p> Ao comentar a necessidade de uma pol&iacute;tica agr&iacute;cola capaz de n&atilde;o penalizar os produtores, assunto tratado na reuni&atilde;o com a presidenta, K&aacute;tia Abreu chegou a pregar a &quot;uni&atilde;o&quot; em meio &agrave;s dificuldades.</p> <p> &quot;&Eacute; preciso se unir na dificuldade e encontrar um modelo para cada tipo de agricultor no Brasil&quot;, disse a senadora, recebida por Dilma Rousseff e pelo ministro da Agricultura Mendes Ribeiro, em sua primeira agenda de trabalho com Dilma.</p> <p> A senadora disse que a pol&iacute;tica agr&iacute;cola precisa ser inclusiva. &quot;Somente 10% dos agricultores brasileiros fazem parte do chamado agroneg&oacute;cio. &Eacute; preciso aumentar esse n&uacute;mero. Existe um n&uacute;mero muito grande de agricultores no pa&iacute;s com uma renda muito baixa&quot;.</p> <p> No encontro com Dilma, K&aacute;tia assumiu o compromisso de n&atilde;o se opor ao governo na vota&ccedil;&atilde;o do C&oacute;digo Florestal no Senado, pauta pol&ecirc;mica que divide ambientalistas e ruralistas.</p> <p> &quot;N&oacute;s estamos dispostos a conversar para construir um consenso, que fique bom para os ambientalistas e para o pessoal do agroneg&oacute;cio&quot;, comentou a senadora que tamb&eacute;m disse n&atilde;o saber sobre a ocupa&ccedil;&atilde;o de pr&eacute;dios p&uacute;blicos promovida hoje pelo MST em todo pa&iacute;s, inclusive, no pr&eacute;dio do Minist&eacute;rio da Fazenda.</p> <p> &quot;Eu n&atilde;o sabia que tinham invadido o minist&eacute;rio, voc&ecirc;s est&atilde;o me contando agora. Ela [presidente Dilma] n&atilde;o comentou nada&quot;, disse a senadora.<br /> &nbsp;</p> <p> &nbsp;</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Rivadavia Severo</em></p> agricultura agronegócios dilma rousseff Kátia Abreu MST Política trabalhadores rurais Via Campesina Wed, 24 Aug 2011 01:21:33 +0000 rivadavia.severo 677554 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil