aplicativo http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/taxonomy/term/116717/all pt-br Receita lança aplicativo para importador acompanhar liberação de carga http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-12-19/receita-lanca-aplicativo-para-importador-acompanhar-liberacao-de-carga <p>Wellton M&aacute;ximo<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Bras&iacute;lia &ndash; Os importadores poder&atilde;o acompanhar, pelos celulares e <em>tablets</em>, o andamento dos processos de libera&ccedil;&atilde;o de cargas. A Receita Federal lan&ccedil;ar&aacute; aplicativo que permite o monitoramento das importa&ccedil;&otilde;es em tempo real, sem a necessidade de habilita&ccedil;&atilde;o em sistemas ou a utiliza&ccedil;&atilde;o de certificado digital (ferramenta de assinatura eletr&ocirc;nica).</p> <p> O aplicativo estar&aacute; dispon&iacute;vel a partir de amanh&atilde; (20) nos dispositivos m&oacute;veis do sistema Android. Nos pr&oacute;ximos cinco a dez dias, a vers&atilde;o para o sistema iOS ser&aacute; liberada. Isso porque a Receita ainda espera a valida&ccedil;&atilde;o do aplicativo pela Apple.</p> <p> Na maior parte das vezes, a ferramenta beneficiar&aacute; empresas importadoras, mas eventualmente pessoas f&iacute;sicas que fa&ccedil;am importa&ccedil;&otilde;es diretas tamb&eacute;m poder&atilde;o acompanhar os processos. A Receita Federal, no entanto, esclarece que o aplicativo n&atilde;o vale para os consumidores que fazem compras no exterior pela internet.</p> <p> De acordo com o secret&aacute;rio da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, o aplicativo trar&aacute; mais agilidade, seguran&ccedil;a e transpar&ecirc;ncia nos processos de importa&ccedil;&atilde;o. &ldquo;Haver&aacute; mais transpar&ecirc;ncia do processo em todas as etapas da importa&ccedil;&atilde;o. Da chegada da carga aos portos ou aeroportos, ao armazenamento e ao desembara&ccedil;o da mercadoria, o importador poder&aacute; acompanhar tudo&rdquo;, disse.</p> <p> Por meio do aplicativo, o importador poder&aacute; monitorar a situa&ccedil;&atilde;o da mercadoria tanto por meio do n&uacute;mero da carga como pela declara&ccedil;&atilde;o de importa&ccedil;&atilde;o. Al&eacute;m da consulta pontual, a ferramenta oferece um servi&ccedil;o de acompanhamento em tempo real, enviando notifica&ccedil;&otilde;es instant&acirc;neas para os dispositivos m&oacute;veis a cada mudan&ccedil;a de situa&ccedil;&atilde;o da carga.</p> <p> O aplicativo permite ainda a consulta &agrave; Nomenclatura Comercial do Mercosul (NCM) por c&oacute;digo ou descri&ccedil;&atilde;o da mercadoria. O usu&aacute;rio pode conhecer as al&iacute;quotas cobradas e o tratamento administrativo aplicado para cada tipo de produto. &Eacute; poss&iacute;vel tamb&eacute;m simular importa&ccedil;&otilde;es, obtendo os valores de tributos e o tratamento administrativo para cada caso. O aplicativo traz ainda um joguinho no qual o usu&aacute;rio avalia os conhecimentos aduaneiros.</p> <p> O subsecret&aacute;rio de Aduana e Rela&ccedil;&otilde;es Internacionais da Receita, Ernani Checcucci, disse que o aplicativo reduzir&aacute; os prazos das importa&ccedil;&otilde;es, ao permitir que o importador tenha acesso direto &agrave; situa&ccedil;&atilde;o da carga sem depender de despachantes. &ldquo;Foi uma pr&oacute;pria reivindica&ccedil;&atilde;o do setor privado o aumento da transpar&ecirc;ncia nos processos de importa&ccedil;&atilde;o&rdquo;, declarou.</p> <p> Apesar de o aplicativo diminuir a necessidade de despachantes, Checcucci ressaltou que a ferramenta n&atilde;o significa necessariamente a extin&ccedil;&atilde;o de intermedi&aacute;rios para acompanhar os processos de importa&ccedil;&atilde;o. &ldquo;Na verdade, o aplicativo vai valorizar o bom despachante, pois permite ao importador verificar se as informa&ccedil;&otilde;es [sobre a situa&ccedil;&atilde;o da carga] est&atilde;o sendo repassadas corretamente&rdquo;, argumentou.</p> <p> &nbsp;</p> <div> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Carolina Pimentel</em></div> <p><em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. &Eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em></p> Agência Brasil aplicativo Economia importadores liberação de cargas monitoramento receita federal Thu, 19 Dec 2013 17:51:32 +0000 carolinap 736953 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Errata http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-12-10/errata <p>Bras&iacute;lia &ndash; A mat&eacute;ria &ldquo;Atualizada: aplicativo provocou vazamento de dados de clientes do Banco do Brasil&rdquo;, publicada hoje (10) &agrave;s 11h57, foi alterada &agrave;s 15h37 para retirar informa&ccedil;&atilde;o anteriormente divulgada em nota pela assessoria do Banco do Brasil. O t&iacute;tulo tamb&eacute;m foi alterado.</p> <p> Leia aqui a <a href="http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-12-10/banco-do-brasil-registra-falha-em-aplicativo-para-celulares" target="_blank">mat&eacute;ria</a> com as modifica&ccedil;&otilde;es.</p> aplicativo celulares Economia falhas redes sociais smartphones transações financeiras vazamento de dados Tue, 10 Dec 2013 17:43:04 +0000 julianas 736215 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Banco do Brasil registra falha em aplicativo para celulares http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-12-10/banco-do-brasil-registra-falha-em-aplicativo-para-celulares <p>Kelly Oliveira<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p>Bras&iacute;lia &ndash; O Banco do Brasil (BB) registrou falhas no aplicativo usado em <em>smartphones</em> por correntistas da institui&ccedil;&atilde;o. Em redes sociais, usu&aacute;rios relataram que tiveram acesso a dados de outros clientes do banco.</p> <p> O problema aconteceu na noite de ontem (9). O Banco do Brasil suspendeu ontem mesmo o acesso &agrave;s contas pelo aplicativo. Hoje, o BB informou que o aplicativo voltou a funcionar com o problema corrigido.</p> <p> No Twitter, a institui&ccedil;&atilde;o informou que foi identificado o problema. Hoje (10), em nota, o banco confirmou que houve &ldquo;intermit&ecirc;ncia e inconsist&ecirc;ncia de dados cadastrais&rdquo;. &ldquo;No entanto, os sistemas de seguran&ccedil;a do banco permaneceram ativos, e n&atilde;o houve comprometimento de dados ou risco no caso de transa&ccedil;&otilde;es banc&aacute;rias&rdquo;, acrescentou.</p> <p> Segundo o banco, as falhas ocorreram nos aplicativos do BB, com sistemas IPhone e Android. &ldquo;O problema afetou usu&aacute;rios que estavam online no per&iacute;odo de 19h52 at&eacute; por volta das 20h40, quando os acessos &agrave; solu&ccedil;&atilde;o foram interrompidos. O aplicativo voltou a ficar dispon&iacute;vel, com estabilidade, a partir das 23h45&rdquo;, diz o banco.</p> <p> Ainda de acordo com o banco, o problema surgiu nos processos peri&oacute;dicos de atualiza&ccedil;&atilde;o de vers&otilde;es dos aplicativos.</p> <p><em><span style="line-height: 1.5em;">Edi&ccedil;&atilde;o: Jos&eacute; Romildo//Mat&eacute;ria atualizada &agrave;s 12h48 para acr&eacute;scimo de informa&ccedil;&otilde;es. O texto foi novamente modificado, &agrave;s 15h37, para retirar trecho anteriormente informado em nota pela assessoria do Banco do Brasil sobre o acesso a dados de correntistas. O t&iacute;tulo tamb&eacute;m foi alterado.</span></em></p> <p><em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave;&nbsp;</em><strong>Ag&ecirc;ncia Brasil<br /> &nbsp;</strong></p> aplicativo Economia falhas smartphone transações financeiras Twitter vazamento Tue, 10 Dec 2013 13:57:23 +0000 jose.romildo 736188 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Inclusão de nono dígito atinge também aplicativos que usam numeração de telefone para comunicação http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-10-27/inclusao-de-nono-digito-atinge-tambem-aplicativos-que-usam-numeracao-de-telefone-para-comunicacao <p><img alt="" src="http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/sites/_agenciabrasil/files/imagecache/300x225/gallery_assist/27/gallery_assist688947/prev/AgenciaBrasil140212_MCA3856.JPG" style="width: 300px; height: 225px; margin: 8px; float: right;" />Sabrina Craide<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em><br /> &nbsp;</p> <p> Bras&iacute;lia &ndash; Quem costuma usar aplicativos de<em> smpartphones</em> para trocar mensagens ou conversar deve ficar atento &agrave;s mudan&ccedil;as na numera&ccedil;&atilde;o dos telefones, com a inclus&atilde;o do nono d&iacute;gito no Rio de Janeiro e no Esp&iacute;rito Santo, que come&ccedil;ou a valer hoje (27).</p> <p> O aplicativo WhatsApp, por exemplo, que permite a troca de mensagens gratuita, informou que ir&aacute; fazer a atualiza&ccedil;&atilde;o autom&aacute;tica da numera&ccedil;&atilde;o, n&atilde;o sendo necess&aacute;ria a reinstala&ccedil;&atilde;o do programa. &ldquo;Estamos cientes das mudan&ccedil;as de n&uacute;meros de telefones no Brasil e preparados para migrar a sua conta para o n&uacute;mero novo automaticamente&rdquo;, diz comunicado da empresa.</p> <p> Pode haver interrup&ccedil;&atilde;o no envio de mensagens no per&iacute;odo da mudan&ccedil;a, necess&aacute;ria para a sincroniza&ccedil;&atilde;o das contas. Os respons&aacute;veis pelo aplicativo garantem que todas as conversas e arquivos de fotos, v&iacute;deos e mensagens de voz e &aacute;udio ser&atilde;o mantidos. Outros aplicativos similares, como WeChat e Kakao Talk, tamb&eacute;m far&atilde;o o ajuste automaticamente.</p> <p> J&aacute; os usu&aacute;rios de aplicativos da Apple como Imessage (troca de mensagens) e Facetime (<em>chat</em> com v&iacute;deo) que moram nas regi&otilde;es que ter&atilde;o as mudan&ccedil;as precisar&atilde;o de fazer alguns ajustes para adaptar o programa &agrave; inclus&atilde;o do nono d&iacute;gito. Nos ajustes do telefone, &eacute; preciso alterar o n&uacute;mero e desligar e ligar novamente as fun&ccedil;&otilde;es dos dois aplicativos.</p> <p> O aplicativo Viber, usado para fazer chamadas gr&aacute;tis, por meio da internet, em que tamb&eacute;m o n&uacute;mero do telefone serve como autentica&ccedil;&atilde;o do usu&aacute;rio, precisa de adapta&ccedil;&atilde;o nos locais onde h&aacute; mudan&ccedil;a de n&uacute;mero. O usu&aacute;rio pode remover o programa e instalar novamente ou desativar sua conta atual e registrar a nova com o nono d&iacute;gito.</p> <p> Para quem tem <em>smartphone</em>, alguns aplicativos podem ajudar a atualizar a agenda telef&ocirc;nica, acrescentando o d&iacute;gito 9 &agrave; frente de todos os n&uacute;meros. Existem aplicativos gratuitos e pagos, para as diferentes tecnologias existentes no mercado.</p> <p> A partir deste domingo, todos os telefones celulares dos estados do Rio de Janeiro (DDDs 21, 22 e 24) e do Esp&iacute;rito Santo (DDDs 27 e 28) ter&atilde;o o d&iacute;gito 9 acrescido ao in&iacute;cio dos n&uacute;meros, a exemplo do que j&aacute; ocorre no estado de S&atilde;o Paulo. O nono d&iacute;gito dever&aacute; ser acrescentado por todos os usu&aacute;rios de telefone fixo e m&oacute;vel que ligarem para telefones celulares dos dois estados, independentemente do local de origem da chamada. &nbsp;A medida foi adotada pela Ag&ecirc;ncia Nacional de Telecomunica&ccedil;&otilde;es (Anatel) para atender &agrave; demanda crescente pelo servi&ccedil;o, e n&atilde;o se aplica a servi&ccedil;os m&oacute;veis especializados de r&aacute;dio iniciados com os d&iacute;gitos 77 e 78.</p> <p> Todo o custo da mudan&ccedil;a vem sendo bancado pelas prestadoras e n&atilde;o resultar&aacute; em qualquer cobran&ccedil;a para o cliente. O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Servi&ccedil;o M&oacute;vel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) diz que o objetivo das prestadoras &eacute; melhorar o atendimento aos clientes. &ldquo;As empresas est&atilde;o trabalhando desde o ano passado na adequa&ccedil;&atilde;o de sistemas e redes e nos &uacute;ltimos meses t&ecirc;m realizado uma s&eacute;rie de testes do novo formato&rdquo;, diz comunicado do sindicato.</p> <p> Para evitar transtorno aos usu&aacute;rios, as chamadas feitas com oito d&iacute;gitos ser&atilde;o completadas normalmente nos dez primeiros dias de implementa&ccedil;&atilde;o. A partir dessa data, haver&aacute; mensagens orientando os usu&aacute;rios sobre a mudan&ccedil;a. Dependendo da caracter&iacute;stica de cada rede, a liga&ccedil;&atilde;o poder&aacute; ou n&atilde;o ser completada.</p> <p> A capital paulista e algumas localidades pr&oacute;ximas que usam o DDD 11 adotaram o nono d&iacute;gito em julho do ano passado. Para o interior de S&atilde;o Paulo, a mudan&ccedil;a ocorreu no final de agosto. &nbsp;Segundo a Anatel, com a inclus&atilde;o do nono d&iacute;gito, cada &aacute;rea de numera&ccedil;&atilde;o (DDD) ter&aacute; a capacidade de n&uacute;mero de celulares aumentada de 37 milh&otilde;es para 90 milh&otilde;es.</p> <p> A previs&atilde;o &eacute; que os celulares de todo pa&iacute;s estejam padronizados com nove d&iacute;gitos at&eacute; o final de 2016, com a entrada dos estados das regi&otilde;es Sul e Centro-Oeste, al&eacute;m do Acre e Tocantins. Os demais estados da Regi&atilde;o Norte ter&atilde;o o nono d&iacute;gito acrescido at&eacute; o final de 2014; e os do Nordeste, al&eacute;m de Minas Gerais, at&eacute; o final de 2015.</p> <p><em>Edi&ccedil;&atilde;o: N&aacute;dia Franco</em></p> <p><em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave;<strong> Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em></p> aplicativo Espírito Santo inclusão do nono dígito´ mensagens Nacional rio de janeiro smartphones telefones WhatsApp Sun, 27 Oct 2013 13:05:10 +0000 nfranco 733803 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Aplicativos para celular funcionarão como guias turísticos no Rio http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-06-10/aplicativos-para-celular-funcionarao-como-guias-turisticos-no-rio <p style="margin-bottom: 0cm; font-weight: normal"><img alt="" src="http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/ckfinder/userfiles/images/Banners%20e%20selos/banner_copa_das_confederacoes_2013_730x180.jpg" style="width: 730px; height: 180px;" /></p> <p style="margin-bottom: 0cm; font-weight: normal"><i>Vitor Abdala<br /> Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</i></p> <p> <span style="font-style: normal">Rio de Janeiro &ndash; Turistas que estiverem na cidade do Rio de Janeiro durante a <a href="http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-06-10/copa-das-confederacoes-e-grande-teste-para-copa-do-mundo" target="_blank">Copa das Confedera&ccedil;&otilde;es</a> ter&atilde;o acesso a um aplicativo para celulares (<em>smartphones</em>) que funcionar&aacute; como um guia tur&iacute;stico, com dicas sobre a cidade e informa&ccedil;&otilde;es sobre a competi&ccedil;&atilde;o. O aplicativo, da Secretaria Municipal de Turismo do Rio (Riotur), poder&aacute; ser baixado gratuitamente a partir de hoje (10).</span></p> <p> Voltado para os sistemas iOS e Android, o guia trar&aacute; informa&ccedil;&otilde;es em portugu&ecirc;s, ingl&ecirc;s e espanhol. A prefeitura carioca tamb&eacute;m vai distribuir gratuitamente 150 mil guias impressos da cidade e colocar&aacute; &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o dos turistas 150 funcion&aacute;rios bil&iacute;ngues (que falam tamb&eacute;m ingl&ecirc;s).</p> <p> Apesar de toda a prepara&ccedil;&atilde;o da prefeitura, a cidade n&atilde;o deve receber um n&uacute;mero muito grande de turistas. A ocupa&ccedil;&atilde;o dos hot&eacute;is do Rio de Janeiro deve ficar em apenas 70%, segundo estimativa da Associa&ccedil;&atilde;o Brasileira da Ind&uacute;stria de Hot&eacute;is do Rio de Janeiro (Abih-RJ). A previs&atilde;o &eacute; a mesma, por exemplo, do &uacute;ltimo feriado no Rio de Janeiro, de Corpus Christi, ocorrido entre os dias 30 de maio e 2 de junho.</p> <p> Segundo o &uacute;ltimo levantamento feito pela Abih-RJ, na primeira quinzena de maio, apenas 57% das reservas estavam confirmadas para o per&iacute;odo da competi&ccedil;&atilde;o, que ser&aacute; realizada entre os dias 15 e 30 de junho.</p> <p> &ldquo;Essa ocupa&ccedil;&atilde;o j&aacute; era esperada. A Copa das Confedera&ccedil;&otilde;es &eacute; apenas um preparativo para a Copa do Mundo. Vai ser como se fosse um feriad&atilde;o. Acho que vai ser bom pela m&iacute;dia, pela divulga&ccedil;&atilde;o da cidade&rdquo;, disse o presidente da associa&ccedil;&atilde;o, Alfredo Lopes. Segundo ele, 30% dos turistas que a chegar&atilde;o &agrave; cidade devem ser estrangeiros.</p> <p> O pico da demanda por quartos de hotel est&aacute; concentrada para a final do evento, dia 30 de junho. Al&eacute;m da partida final, o Rio de Janeiro receber&aacute; apenas dois jogos, nenhum da sele&ccedil;&atilde;o brasileira. No dia 16 de junho, pelo grupo do Brasil, jogam M&eacute;xico (campe&atilde;o da Copa das Am&eacute;ricas do Norte e Central) e It&aacute;lia (vice-campe&atilde; da Europa).</p> <p> No dia 20, a campe&atilde; do mundo e da Europa, Espanha, enfrenta a campe&atilde; do torneio da Oceania, a sele&ccedil;&atilde;o do Taiti, pelo grupo B. Apesar de o evento ser apenas um teste para a Copa do Mundo e atrair menos turistas do que o evento principal, que ser&aacute; realizado daqui a um ano, a prefeitura carioca encara a competi&ccedil;&atilde;o como um desafio.</p> <p> &quot;&Eacute; um evento definitivo. A gente n&atilde;o pode errar. S&atilde;o eventos tratados com a maior seriedade poss&iacute;vel&rdquo;, disse Leonardo Maciel, presidente da empresa Rio Eventos Especiais, criada para ajudar na prepara&ccedil;&atilde;o da cidade para a Copa das Confedera&ccedil;&otilde;es, a Jornada Mundial da Juventude, que acontece em julho, e a Copa do Mundo de 2014.</p> <p> Um dos principais desafios da prefeitura &eacute; a mobilidade urbana durante o per&iacute;odo do evento. Um dos jogos, por exemplo, a partida da Espanha contra o Taiti, ser&aacute; realizado no meio da semana. Apesar de n&atilde;o ser esperado um grande p&uacute;blico, a partida preocupa porque ser&aacute; necess&aacute;rio interditar a Rodovia Radial Oeste, uma das principais vias de liga&ccedil;&atilde;o da zona norte com o Centro, que passa ao lado do Maracan&atilde;. &ldquo;Ainda estamos estudando o que ser&aacute; feito. Se ser&aacute; necess&aacute;rio um ponto facultativo, se interromperemos o funcionamento de algumas escolas etc&rdquo;, disse Maciel. </p> <p style="margin-bottom: 0cm; font-weight: normal">&nbsp;</p> <p style="margin-bottom: 0cm; font-weight: normal"> <object classid="clsid:d27cdb6e-ae6d-11cf-96b8-444553540000" codebase="http://download.macromedia.com/pub/shockwave/cabs/flash/swflash.cab#version=6,0,40,0" height="500" width="730"><param name="quality" value="high" /><param name="movie" value="/ckfinder/userfiles/flash/Infograficos/Copa-das-confedera%C3%A7%C3%B5es-2013/calendario%20de%20jogos-1-edicao.swf" /><embed height="500" pluginspage="http://www.macromedia.com/go/getflashplayer" quality="high" src="http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/ckfinder/userfiles/flash/Infograficos/Copa-das-confedera%C3%A7%C3%B5es-2013/calendario%20de%20jogos-1-edicao.swf" type="application/x-shockwave-flash" width="730"></embed></object></p> <p style="margin-bottom: 0cm; font-weight: normal"> </p><p> <i>Edi&ccedil;&atilde;o: Jos&eacute; Romildo</i></p> <p> Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir o material &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; Ag&ecirc;ncia Brasil </p> aplicativo celular Copa das Confederações Copa do Mundo Esporte futebol rio de janeiro Riotur smartphones turismo turistas Mon, 10 Jun 2013 13:12:11 +0000 lilian.beraldo 722613 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Banco Central lança aplicativo que ajudará turistas a trocar moeda no Brasil http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-06-03/banco-central-lanca-aplicativo-que-ajudara-turistas-trocar-moeda-no-brasil <p><img alt="" src="http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/sites/_agenciabrasil/files/imagecache/300x225/gallery_assist/26/gallery_assist715269/prev/31032011MCA_8062.jpg" style="width: 300px; height: 225px; margin: 8px; float: right;" />Pedro Peduzzi<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Bras&iacute;lia &ndash; Aplicativo lan&ccedil;ado hoje (2) pelo Banco Central (BC) ajudar&aacute; os turistas a localizar, por meio de <em>smartphones </em>e <em>tablets</em>, cerca de 12 mil pontos de atendimento de institui&ccedil;&otilde;es credenciadas para fazer opera&ccedil;&otilde;es de c&acirc;mbio. Inicialmente, o aplicativo C&acirc;mbio Legal est&aacute; dispon&iacute;vel apenas para aparelhos que usem os sistemas IOS (iPhone e iPad, da Apple) e Android (<em>software </em>gratuito usado por diferentes marcas de aparelhos). O <em>download</em> desses aplicativos &eacute; gratuito e pode ser feitos na App Store e no Google Play.</p> <p> A op&ccedil;&atilde;o por aplicativos para essas plataformas deve-se ao fato de serem elas respons&aacute;veis por mais de 90% do mercado brasileiro. &ldquo;Dependendo da expans&atilde;o, poderemos futuramente disponibiliz&aacute;-los tamb&eacute;m para outras plataformas&rdquo;, disse o secret&aacute;rio executivo do BC, Geraldo Magela. Segundo ele, existe potencial para aumentar dos atuais 12.187 para 100 mil o n&uacute;mero de pontos de c&acirc;mbio registrados no aplicativo. Para que isso aconte&ccedil;a, ser&aacute; necess&aacute;ria a colabora&ccedil;&atilde;o das 184 institui&ccedil;&otilde;es financeiras credenciadas pelo Banco Central.</p> <p> Ao lan&ccedil;ar o aplicativo, o BC pretende ajudar, inicialmente, os turistas que visitar&atilde;o o pa&iacute;s para a Copa das Confedera&ccedil;&otilde;es, que come&ccedil;a no pr&oacute;ximo dia 15, e a Jornada Mundial da Juventude, de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro. Ap&oacute;s esses eventos, o aplicativo ficar&aacute; como legado.</p> <p> Magela disse que, apesar de n&atilde;o apresentar a cota&ccedil;&atilde;o das moedas estrangeiras, o aplicativo permitir&aacute; o acesso aos <em>sites</em> dos pontos de c&acirc;mbio que disp&otilde;em de tal informa&ccedil;&atilde;o. &ldquo;N&atilde;o ter&aacute; as cota&ccedil;&otilde;es porque elas variam minuto a minuto. Os turistas ter&atilde;o acesso a informa&ccedil;&otilde;es como localiza&ccedil;&atilde;o, telefone, hor&aacute;rios de atendimento e servi&ccedil;os oferecidos por cada um dos postos autorizados pelo BC. Mas, se eles quiserem saber a cota&ccedil;&atilde;o, poder&atilde;o acessar o <em>site </em>dessas institui&ccedil;&otilde;es a partir do pr&oacute;prio aplicativo&rdquo;, acrescentou o secret&aacute;rio.</p> <p> A iniciativa faz parte de uma campanha mais ampla, focada nos turistas estrangeiros, que tem tamb&eacute;m o objetivo de apresentar a eles as c&eacute;dulas do real e os elementos de seguran&ccedil;a nelas contidos, al&eacute;m de esclarecer as regras do pa&iacute;s para o c&acirc;mbio de moedas estrangeiras.</p> <p> O BC disponibilizou tamb&eacute;m um <a href="http://www.dinheirobrasileiro.bcb.gov.br"><em>site</em> especial</a> com dicas sobre onde os turistas poder&atilde;o comprar reais antes de viajar, os documentos necess&aacute;rios para fazer c&acirc;mbio e o uso do cart&atilde;o internacional, al&eacute;m de apresentar os limites de compra e a lista de institui&ccedil;&otilde;es financeiras autorizadas.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: N&aacute;dia Franco</em></p> <p><em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em></p> aplicativo Banco Central câmbio Economia turismo Mon, 03 Jun 2013 20:04:03 +0000 nfranco 722099 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Aplicativo lançado hoje no Rio vai ajudar no combate à violência contra a mulher http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-03-08/aplicativo-lancado-hoje-no-rio-vai-ajudar-no-combate-violencia-contra-mulher <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> <a href="http://agenciabrasil.ebc.com.br/sites/_agenciabrasil/files/especiais/dia-mulher/index.html" target="_blank"><img alt="" src="http://agenciabrasil.ebc.com.br/ckfinder/userfiles/images/Reportagens Especiais/RevistaVirtualMulher2013/banner_730x150.png" style="width: 730px; height: 150px;" /></a></p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> Akemi Nitahara<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Rio de Janeiro - Informa&ccedil;&otilde;es sobre equipamentos p&uacute;blicos da rede de enfrentamento &agrave; viol&ecirc;ncia contra a mulher agora podem ser localizados pelo telefone celular. Foi lan&ccedil;ado hoje, Dia Internacional da Mulher, um aplicativo gratuito que traz, al&eacute;m do texto completo da Lei Maria da Penha, um guia explicativo de como agir em casos de agress&otilde;es e os &oacute;rg&atilde;os a ser procurados com sua localiza&ccedil;&atilde;o, como delegacias da Mulher, postos de sa&uacute;de e defensorias p&uacute;blicas.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> O aplicativo foi desenvolvido em uma parceria entre o Fundo das Na&ccedil;&otilde;es Unidas para a Igualdade de G&ecirc;neros (ONU Mulheres), o Fundo das Na&ccedil;&otilde;es Unidas para a Inf&acirc;ncia (Unicef) e o Programa das Na&ccedil;&otilde;es Unidas para Assentamentos Humanos (ONU Habitat), com apoio do Consulado Brit&acirc;nico. De acordo com a coordenadora de Elimina&ccedil;&atilde;o da Viol&ecirc;ncia contra Mulheres da ONU Mulheres, Daniela Pinto, o mecanismo pretende ajudar as v&iacute;timas a buscar prote&ccedil;&atilde;o.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> &ldquo;O aplicativo vem tentar responder uma demanda das mulheres de v&aacute;rias comunidades aqui do Rio de Janeiro, que, no ano passado, participaram de um diagn&oacute;stico que identificou o que faltavam saber para implementar a Lei Maria da Penha. Elas sabiam da lei, mas elas n&atilde;o sabiam como acess&aacute;-la e de que forma o governo poderia ajud&aacute;-las na prote&ccedil;&atilde;o dos seus direitos&rdquo;, disse.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> O programa funciona em qualquer aparelho de telefone ou <em>tablet</em> que tenha acesso &agrave; internet, independentemente da marca. O projeto &eacute; uma iniciativa piloto, com informa&ccedil;&otilde;es apenas da cidade do Rio de Janeiro. O objetivo, segundo Daniela, &eacute; ampliar o alcance para o estado e futuramente para todo o Brasil.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> O aplicativo pode ser baixado gratuitamente no <em>site</em> do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (<a href="http://www.cedim.rj.gov.br" title="www.cedim.rj.gov.br">www.cedim.rj.gov.br</a>.), que tamb&eacute;m foi lan&ccedil;ado hoje e traz informa&ccedil;&otilde;es completas sobre a rede especializada de atendimento &agrave; mulher. A terceira iniciativa lan&ccedil;ada hoje foi a cartilha <em>Uma Vida sem Viol&ecirc;ncia &eacute; Um Direito da Mulher - Em Briga de Marido e Mulher o Poder P&uacute;blico Mete a Colher</em>.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> De acordo com a subsecret&aacute;ria estadual de Pol&iacute;ticas para as Mulheres, Angela Fontes, as medidas s&atilde;o importantes para facilitar o acesso &agrave; informa&ccedil;&atilde;o. &ldquo;Quando voc&ecirc; tem, no <em>site</em><b>,</b> na cartilha ou no celular, as informa&ccedil;&otilde;es da rede que pode te apoiar enquanto v&iacute;tima de viol&ecirc;ncia dom&eacute;stica, voc&ecirc; pode seguir adiante. Se a informa&ccedil;&atilde;o n&atilde;o flui, voc&ecirc; n&atilde;o consegue&rdquo;, disse.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> No &acirc;mbito da prefeitura, foi criada hoje a Secretaria de Pol&iacute;ticas para as Mulheres do Munic&iacute;pio, que ficar&aacute; sob o comando de Ana Rocha. &ldquo;S&atilde;o passos importantes no sentido de enfrentar a discrimina&ccedil;&otilde;es que a mulher ainda sofre na sociedade. E o fato de criar mecanismos de primeiro escal&atilde;o d&aacute; um maior poder &agrave;s mulheres de avan&ccedil;ar em pol&iacute;ticas que combatam a discrimina&ccedil;&atilde;o de g&ecirc;nero. Eu acho que temos um desafio grande pela frente e a nossa determina&ccedil;&atilde;o &eacute; que o Rio de Janeiro seja uma cidade refer&ecirc;ncia no combate &agrave; discrimina&ccedil;&atilde;o e &agrave; cidadania plena da mulher&rdquo;, disse Ana Rocha.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> Tamb&eacute;m hoje, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, assinou o decreto de formaliza&ccedil;&atilde;o do Centro Especializado de Atendimento &agrave; Mulher em Situa&ccedil;&atilde;o de Viol&ecirc;ncia e do Abrigo para Mulheres em Situa&ccedil;&atilde;o de Viol&ecirc;ncia, al&eacute;m da cria&ccedil;&atilde;o da Casa da Mulher Carioca, um espa&ccedil;o de acolhimento e de fortalecimento da cidadania da mulher.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> &ldquo;As casas v&atilde;o ter um atendimento multidisciplinar e tamb&eacute;m encaminhar as mulheres para os servi&ccedil;os no campo da educa&ccedil;&atilde;o, da sa&uacute;de e do trabalho. Hoje n&oacute;s j&aacute; assinamos um termo de coopera&ccedil;&atilde;o t&eacute;cnica com a Secretaria do Trabalho, para oferecer cursos de qualifica&ccedil;&atilde;o, abrindo caminho de empregos para as mulheres. As casas tamb&eacute;m v&atilde;o ter atendimento para tirar a Carteira de Trabalho, cursos de capacita&ccedil;&atilde;o e atividades de conviv&ecirc;ncia e culturais para atrair n&atilde;o s&oacute; as mulheres, mas a comunidade na conscientiza&ccedil;&atilde;o do combate &agrave; discrimina&ccedil;&atilde;o da mulher&rdquo;, declarou a subsecret&aacute;ria estadual de Pol&iacute;ticas para as Mulheres, Angela Fontes.</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> &nbsp;</p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: A&eacute;cio Amado</em></p> <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> <em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. &Eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em></p> aplicativo Cidadania dia internacional da mulher Sat, 09 Mar 2013 01:32:20 +0000 aecioamado 715577 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Receita libera consulta a lote de declarações que estavam retidas na malha fina http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-02-06/receita-libera-consulta-lote-de-declaracoes-que-estavam-retidas-na-malha-fina <p> Daniel Lima<br /> Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</p> <p> Bras&iacute;lia - A Receita Federal libera hoje (6), &agrave;s 9h, o segundo lote residual de declara&ccedil;&otilde;es do Imposto de Renda Pessoa F&iacute;sica, que estavam retidas na malha fina. No lote constam declara&ccedil;&otilde;es dos exerc&iacute;cios de 2012, 2011, 2010, 2009 e 2008. O dinheiro das restitui&ccedil;&otilde;es ser&aacute; depositado no banco no pr&oacute;ximo dia 15, sexta-feira ap&oacute;s o carnaval, para um total de 92.562 contribuintes.</p> <p> Para saber se teve a declara&ccedil;&atilde;o liberada, o contribuinte dever&aacute; acessar a <a href="http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/index.asp">p&aacute;gina da Receita na internet</a>, ligar para o Receitafone (146) ou utilizar um aplicativo para tablets e smartphones que permite, entre outras coisas, a consulta &agrave;s restitui&ccedil;&otilde;es .</p> <p> O aplicativo, desenvolvido pelo Serpro, &eacute; gratuito e pode ser utilizado para o <a href="https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.fazenda.receita.pessoafisica&amp;feature=search_result">Android, sistema do Google</a>, e o<a href="http://itunes.apple.com/br/app/pessoa-fisica/id529883041?mt=8"> iOS, criado pela Apple</a>. Para fazer o download do aplicativo, o contribuinte tem as seguintes op&ccedil;&otilde;es:</p> <p> &Eacute; importante ficar atento porque os <a href="http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-02-05/site-da-receita-fica-fora-do-ar-durante-carnaval">servi&ccedil;os da Receita Federal na internet ser&atilde;o suspenso</a>s para manuten&ccedil;&atilde;o durante o carnaval.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Gra&ccedil;a Adjuto</em></p> <p> <em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil.</strong></em></p> <p> &nbsp;</p> <p> <br /> --</p> Android aplicativo Apple consulta declarações Economia google imposto de renda iOS ir liberação lote malha fina Receita Receitafone restituições retidas Serpro smartphones tablets Wed, 06 Feb 2013 08:30:38 +0000 gracaadjuto 713312 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Operadoras deverão fornecer programa para medir velocidade da banda larga usada pelo internauta http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2012-02-28/operadoras-deverao-fornecer-programa-para-medir-velocidade-da-banda-larga-usada-pelo-internauta <p> Sabrina Craide<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Bras&iacute;lia - A partir de amanh&atilde; (29), as empresas que fornecem banda larga por rede de telefonia fixa dever&atilde;o oferecer, por meio das pr&oacute;prias p&aacute;ginas que mant&ecirc;m na <em>internet</em>, um aplicativo (<em>software</em>) para que os usu&aacute;rios possam medir a velocidade real de conex&atilde;o que est&aacute; sendo entregue. A Ag&ecirc;ncia Nacional de Telecomunica&ccedil;&atilde;o (Anatel) definiu hoje (28) o programa que dever&aacute; ser oferecido pelas prestadoras na p&aacute;gina da operadora ou na p&aacute;gina principal de oferta do servi&ccedil;o de banda larga.</p> <p> A partir de outubro, operadoras de <em>internet</em> fixa e m&oacute;vel dever&atilde;o entregar, em m&eacute;dia, por m&ecirc;s, uma velocidade m&iacute;nima de conex&atilde;o de 60% da velocidade anunciada. Esses percentuais dever&atilde;o aumentar a cada ano, at&eacute; chegar, em 2014, &agrave; m&eacute;dia mensal de 80% da velocidade contratada. Atualmente, a velocidade m&eacute;dia que &eacute; entregue aos usu&aacute;rios fica em torno de 10% da contratada pelos consumidores.</p> <p> O aplicativo aprovado pela ag&ecirc;ncia reguladora &eacute; provis&oacute;rio e ser&aacute; comprado pelas empresas prestadoras do servi&ccedil;o. &ldquo;Foi uma decis&atilde;o para atender ao prazo e [por isso] escolhemos um <em>software</em> de f&aacute;cil utiliza&ccedil;&atilde;o. Existem v&aacute;rios <em>softwares</em> de medi&ccedil;&atilde;o no mercado, mas precis&aacute;vamos de um &uacute;nico para poder comparar o desempenho de todas as empresas&rdquo;, explicou o superintendente de Servi&ccedil;os Privados da Anatel, Bruno Ramos. O programa final dever&aacute; estar dispon&iacute;vel at&eacute; outubro. At&eacute; l&aacute;, a ag&ecirc;ncia tamb&eacute;m dever&aacute; definir um mecanismo para medir a velocidade de transmiss&atilde;o de dados da <em>internet</em> m&oacute;vel.</p> <p> O programa &eacute; gr&aacute;tis e vai permitir que o usu&aacute;rio tenha acesso aos resultados de cada medi&ccedil;&atilde;o, que devem mostrar a velocidade instant&acirc;nea e a m&eacute;dia das velocidades medidas. A obrigatoriedade vale para as empresas com mais de 50 mil acessos ativos, que dever&atilde;o fornecer uma cartilha informativa com a descri&ccedil;&atilde;o dos par&acirc;metros de qualidade e as instru&ccedil;&otilde;es sobre a utiliza&ccedil;&atilde;o do aplicativo.</p> <p> A Anatel tamb&eacute;m definiu hoje a empresa PricewaterhouseCoopers como respons&aacute;vel para aferir a qualidade dos servi&ccedil;os de banda larga de acordo com os par&acirc;metros determinados pela ag&ecirc;ncia.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Vinicius Doria</em></p> Anatel aplicativo banda larga Economia infraestrutura internet PricewaterhouseCoopers software telecomunicações telefonia Tue, 28 Feb 2012 21:35:30 +0000 vinicius.doria 689758 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Jingles e aplicativo que encontra pontos de táxi são a estratégia da campanha de trânsito para o carnaval http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2012-02-09/jingles-e-aplicativo-que-encontra-pontos-de-taxi-sao-estrategia-da-campanha-de-transito-para-carnaval <p> <img alt="" src="http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/sites/_agenciabrasil/files/imagecache/300x225/gallery_assist/23/gallery_assist688673/prev/AgenciaBrasil090112FP2640.jpg" style="float: right; width: 300px; height: 225px;" /></p> <p> <em>Da Ag&ecirc;ncia Brasil </em></p> <p> Bras&iacute;lia &ndash; Com o <em>slogan</em> &quot;Bebida e Dire&ccedil;&atilde;o: Pule Fora Dessa&quot;, foi lan&ccedil;ada hoje (9), pelo Departamento Nacional de Tr&acirc;nsito (Denatran), a campanha de conscientiza&ccedil;&atilde;o no tr&acirc;nsito durante o per&iacute;odo de carnaval. O objetivo &eacute; incentivar a popula&ccedil;&atilde;o que ingere bebidas alco&oacute;licas durante as festas a buscar meios alternativos na volta para casa. A novidade ser&aacute; o lan&ccedil;amento de um aplicativo para iPhone.</p> <p> Comp&otilde;em a campanha, cartazes, folderes, pe&ccedil;as publicit&aacute;rias, al&eacute;m de um <em>jingle</em> gravado pela banda baiana Jamil e Uma Noites, o grupo Garota Safada e a cantora Preta Gil. Segundo o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, o governo quer passar a mensagem de conscientiza&ccedil;&atilde;o em uma linguagem que se aproxime do p&uacute;blico que brinca no carnaval.</p> <p> &ldquo;A ideia de usar bandas na campanha &eacute; levar, de uma forma natural, a conscientiza&ccedil;&atilde;o para as pessoas que v&atilde;o desfrutar do carnaval. Fazer com que elas saiam das festas cantarolando a m&uacute;sica. Queremos que essa mensagem fa&ccedil;a parte da cultura brasileira&rdquo;, explicou o ministro.</p> <p> A banda Jamil e Uma Noites, que comp&ocirc;s o <em>jingle</em>, falou sobre a preocupa&ccedil;&atilde;o de criar uma m&uacute;sica que abrangesse todas as regi&otilde;es do pa&iacute;s. &ldquo;Pensamos em compor algo que n&atilde;o fosse puramente baiano, que pudesse tocar em carnavais de todo o pa&iacute;s, por isso ela tem uma sonoridade diferente. Tivemos tamb&eacute;m a preocupa&ccedil;&atilde;o de n&atilde;o criar uma composi&ccedil;&atilde;o muito did&aacute;tica, para n&atilde;o parecer institucional. A ideia &eacute; fazer com que as pessoas assimilem a m&uacute;sica&rdquo;, disse o vocalista Levi Lima. A m&uacute;sica ser&aacute; veiculada em comerciais de TV, r&aacute;dio e nas redes sociais.</p> <p> J&aacute; o aplicativo para iPhone, chamado Onde Tem T&aacute;xi Aqui?, &eacute; um <em>software</em> que usa a base de dados do Google para buscar pontos ou empresas de t&aacute;xi pr&oacute;ximos ao local onde o usu&aacute;rio se encontra, disponibilizando o n&uacute;mero do telefone da empresa. &ldquo;N&oacute;s queremos que a popula&ccedil;&atilde;o chegue em casa com seguran&ccedil;a&rdquo;, disse Ribeiro.</p> <p> O aplicativo estar&aacute; dispon&iacute;vel a partir de domingo (12), na Apple Store (loja eletr&ocirc;nica da empresa fabricante do iPhone) e no <a href="http://cidades.gov.br"><em>site</em></a> do Minist&eacute;rio das Cidades.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Lana Cristina</em><br /> &nbsp;</p> acidentes aplicativo bandas bebida campanha carnaval denatran Nacional Táxi trânsito Thu, 09 Feb 2012 20:54:23 +0000 lana 688684 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Supervisor do Imposto de Renda garante 100% de segurança na transmissão da declaração via internet http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2011-03-31/supervisor-do-imposto-de-renda-garante-100-de-seguranca-na-transmissao-da-declaracao-internet <p> Daniel Lima<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Bras&iacute;lia &ndash; Com o fim das declara&ccedil;&otilde;es de papel, a Receita Federal avalia que haver&aacute; mais seguran&ccedil;a para os contribuintes na hora de enviar as informa&ccedil;&otilde;es e menos erro. Segundo o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, o &iacute;ndice de seguran&ccedil;a na opera&ccedil;&atilde;o entre o computador do contribuinte e os computadores da Receita chega a 100%.</p> <p> &ldquo;A declara&ccedil;&atilde;o, que chega &agrave; Receita pela <em>internet</em>, &eacute; 100% segura, pois ningu&eacute;m tem acesso. N&atilde;o &eacute; manipulada&rdquo;, afirmou. Ele destaca que as declara&ccedil;&otilde;es de papel, que n&atilde;o ser&atilde;o mais aceitas a partir deste ano, terminavam facilitando o acesso aos dados dos contribuintes por outras pessoas. O risco come&ccedil;ava na entrega e ia at&eacute; o processamento na pr&oacute;pria Receita Federal, quando funcion&aacute;rios precisavam transcrever a declara&ccedil;&atilde;o para os programas de computador do &oacute;rg&atilde;o.</p> <p> Adir lembra tamb&eacute;m que a transcri&ccedil;&atilde;o aumentava o risco de erros. &ldquo;O risco come&ccedil;ava na entrega e ia at&eacute; a manipula&ccedil;&atilde;o da declara&ccedil;&atilde;o para transcrever. Mas essa forma [<em>internet</em>] n&atilde;o tem interfer&ecirc;ncia nenhuma e &eacute; muito mais segura&rdquo;, disse Adir.</p> <p> O prazo para a entrega da declara&ccedil;&atilde;o do Imposto de Renda Pessoas F&iacute;sica termina no dia 29 de abril. O <a href="http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2011/declaracao/download-programas.htm">programa gerador da declara&ccedil;&atilde;o do imposto</a> est&aacute; dispon&iacute;vel na <em>internet</em> no <a href="http://www.receita.fazenda.gov.br"><em>site</em> </a>da Receita Federal e pode ser instalado em praticamente todos os computadores. Depois de preenchida, a declara&ccedil;&atilde;o deve ser enviada &agrave; Receita por meio de outro aplicativo, conhecido como <a href="http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2011/declaracao/download-programas.htm">Receitanet</a>, dispon&iacute;vel no <em>site</em>.</p> <p> Os dados enviados do computador do contribuinte seguem criptografados aos computadores da Receita, onde s&atilde;o armazenados para o processamento, que deve ser iniciado em maio.</p> <p> No processamento, diversas informa&ccedil;&otilde;es de outras fontes, como administradoras de cart&atilde;o de cr&eacute;dito, prestadoras de servi&ccedil;os m&eacute;dicos ou de sa&uacute;de ou da empresa onde o contribuinte &eacute; empregado, por exemplo, s&atilde;o cruzadas para verificar se houve sonega&ccedil;&atilde;o, se os dados est&atilde;o corretos ou se houve omiss&atilde;o. Se n&atilde;o houver problema, a declara&ccedil;&atilde;o &eacute; liberada. Do contr&aacute;rio, fica retida na malha fina.</p> <p> As liberadas obedecem &agrave; forma como foram apresentadas. As que v&atilde;o pela <em>internet</em> t&ecirc;m prioridade. Na sequ&ecirc;ncia, v&ecirc;m os disquetes entregues &agrave; Caixa Econ&ocirc;mica Federal ou ao Banco do Brasil. Os idosos continuam recebendo prioritariamente as restitui&ccedil;&otilde;es, conforme determina o Estatuto do Idoso, obedecendo, entre eles, tamb&eacute;m &agrave; ordem de como fizeram a entrega da declara&ccedil;&atilde;o.</p> <p> <br /> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Lana Cristina </em><br /> &nbsp;</p> aplicativo Banco do Brasil Caixa declaração de papel Economia imposto de renda internet pessoa física processamento de dados receita federal Receitanet site Thu, 31 Mar 2011 17:51:12 +0000 lana 667205 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil