TV Brasil inaugura transmissão digital no Rio de Janeiro

Abepec- 16/09/2009

A partir do dia 23 de setembro, a TV Brasil, no Rio de Janeiro, entra na era da TV digital. Através do canal 41 - UHF, os telespectadores da emissora poderão acompanhar de perto esta revolução tecnológica que permitirá levar, entre inúmeras inovações, imagem e som de alta qualidade não somente para as residências, mas também para os transportes coletivos, carros, barcos ou para qualquer canto da cidade através de aparelhos portáteis, de diversos tamanhos, como telefones celulares e palmtops.

As transmissões serão feitas em HDTV (alta definição), SDTV (digital normal) e One Seg (sinal especial para aparelhos como celulares, tvs de bolso e palmtops). Atualmente, já existem disponíveis no mercado aparelhos com conversor embutido, o que permite a recepção do sinal digital em cada tv. Para os televisores mais antigos ou que ainda não possuem o dispositivo interno, é necessária a aquisição de um set-top box (conversor externo). Outro beneficio para o telespectador será o fim dos ruídos denominados como "fantasmas", provocados pela interferência de obstáculos no sinal que chega às antenas, fenômeno que prejudica a transmissão desde a criação, na década de 40 do século passado.

O novo sinal oferecerá ao telespectador um novo formato de tela 16 x 9, possibilitando maior ângulo de visão, ao contrário do sistema atual, analógico - 3 x 4 - que muitas vezes provoca o corte das imagens que estão nas laterais das telas. O som não se restringirá em mono ou estéreo dos aparelhos atuais, poderá ser transmitido em 5.1 oferecendo ao telespectador de casa a mesma sensação experimentada pelo frequentador das modernas salas de cinema. Esta vantagens eram disponibilizadas apenas para os assinantes de TV a cabo.

As vantagens deste novo formato de transmissão, que utiliza a mesma linguagem dos computadores - bits e bytes - não param aí. Em breve, a interatividade e a multiprogramação farão parte deste sistema. Através do controle remoto da TV, o telespectador poderá acessar informações adicionais sobre o programa que está assistindo, responder enquetes, receber informes como condições do trânsito e a previsão do tempo, além de muitos outros serviços de utilidade pública. A mesma produção poderá ser assistida em vários idiomas, de acordo com o interesse do usuário. A multiprogramação permitirá que a TV Brasil transmita até quatro canais diferentes ao mesmo tempo, possibilitando uma maior diversidade na programação.

Assim como a transmissão analógica, que continuará sendo oferecida aos telespectador através dos canais 2 - VHF, do Rio de Janeiro e de Brasília, o sinal digital também será gratuito. A TV Brasil já opera com sinal digital em Brasília, onde foi pioneira neste tipo de transmissão, através do canal 15 - UHF. Em São Paulo o sinal digital está disponível no canal 62 - UHF. Em 2016, o sinal analógico deverá ser extinto com o final do processo de migração das TVs brasileiras para o novo sistema. Até lá, os canais analógico da TV Brasil continua à disposição dos usuários.