Obras para a revitalização do São Francisco vão consumir mais de R$ 1 bilhão, diz ministro

31/08/2007 - 22h00

José Carlos Mattedi
Repórter da Agência Brasil
Brasília - Em pronunciamento há pouco (31), em cadeia nacional de rádio e televisão, o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, informou que o governo já firmou mais de R$ 1 bilhão em protocolos "de obras de esgotamento sanitário, de reposição da mata ciliar e proteção de nascentes, de contenção das margens e dragagem para corrigir o assoreamento e viabilizar a hidrovia do São Francisco”.

As obras do projeto de transposição das águas do rio começaram em junho na região de Cabrobó, em Pernambuco. Segundo o ministro, “começa a virar realidade um dos maiores projetos sociais da história do Brasil: a interligação do São Francisco vai beneficiar 12 milhões de pessoas”. Ele explicou: “Dois canais – chamados de Eixo Norte e Leste – serão construídos bem próximos de onde o rio se mistura com o mar. Esses canais irão bombear apenas 1,4% da água despejada no oceano. Vamos levar água de beber e de plantar aos que vivem no semi-árido”.

De acordo com Geddel, “se houvesse alternativa melhor, é claro que seria adotada pelo governo, mas não há”. Ele destacou ainda que “a transferência de água do São Francisco é a solução tecnicamente viável, que agregada a outras, enfrentará, finalmente, o histórico problema da seca”.