Yeda Crusius, do PSDB, é eleita governadora do Rio Grande do Sul

29/10/2006 - 20h31

Luciana Vasconcelos
Repórter da Agência Brasil
Brasília - A nova governadora do Rio Grande do Sul é Yeda Crusius (PSDB). Com 93,44 % dos votos apurados, já é possivel declarar a tucana a nova governadora do estado, com 54,09% dos votos válidos. Ela derrotou Olívio Dutra (PT), que esteve à frente do estado entre 1999 e 2002.  Ele obteve 45,91% dos votos válidos até agora. O resultado parcial mostra 2,49% de votos nulos e 1,95% de votos brancos. O estado possui um eleitorado de 7.750.583.Yeda Crusius nasceu em São Paulo em 26 de julho. Graduada em Economia pela Universidade de São Paulo (USP), obteve bolsa de estudos para o mestrado nos Estados Unidos. Lá, conheceu outro economista também fazendo mestrado, Carlos Augusto Crusius, natural de Passo Fundo (RS). Casaram-se e mudaram para Porto Alegre em 1970.Yeda e seu marido trabalharam como professores na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Durante o governo de Itamar Franco (PMDB), em 1993, ela atuou como ministra do Planejamento. No ano seguinte, foi eleita deputada federal com mais de 100 mil votos, a terceira maior votação de um deputado no Rio Grande do Sul. Disputou duas vezes a prefeitura de Porto Alegre e perdeu para candidatos do PT. Em 96 para Raul Pont, e, em 2000, para Tarso Genro. Em 2002, foi eleita novamente deputada federal pelo PSDB.