Banco Central liquida Consórcio Nacional Autorede

19/02/2004 - 14h22

Stênio Ribeiro
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, decretou a liquidação extrajudicial do Consórcio Nacional Autorede Ltda, de São Paulo, em razão da "incapacidade da empresa em honrar compromissos assumidos" e da prática de "graves irregularidades" em suas operações, o que configura violação das normas que disciplinam a atividade.

No mesmo ato, o presidente do BC nomeou Eigi Higuchi como liquidante e comunicou às instituições financeiras e bolsas de valores a total indisponibilidade dos bens do controlador da empresa, Mozair José da Silva, e da ex-administradora do consórcio, Selma Maria de Souza.

O Consórcio Nacional Autorede tem atuação regional, e estava impedido de constituir novos grupos desde outubro último, em função de irregularidades denunciadas ao BC pelos próprios consorciados, que somam 5.982 pessoas, das quais 908 foram contempladas. Acontece, porém, que 150 bens estão pendentes de entrega, no valor total de R$ 1,842 milhão.