Duplas brasileiras de vôlei de praia lutam por vaga no último grande slam da temporada

17/09/2003 - 16h44

Brasília, 17/9/2003 (Agência Brasil - ABr) - O quarto e último Grand Slam da temporada do Swatch/FIVB World Tour – Circuito Mundial de Vôlei de Praia será disputado a partir de amanhã (18), em Los Angeles, nos Estados Unidos. O saque inicial será dado com o qualifying, no qual o Brasil conta com três representantes brigando pela classificação para o torneio principal. No feminino, Mônica Rodrigues estreará sua parceria com a brasiliense Ângela. A primeira missão será travar um duelo à parte com Renata/Shaylyn, já que apenas uma equipe brasileira prosseguirá na disputa de uma das oito vagas colocadas em jogo. No masculino, Luizão/Paulo Emílio, medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo.

No torneio principal, que acontecerá de sexta a domingo, têm lugar assegurado as duplas Ana Paula/Sandra e Ricardo/Emanuel, líderes do ranking mundial, Adriana Behar/Shelda e Márcio/Benjamin, vice-líderes, Tatiana/Alexandra, Harley/Franco e Jacqueline/Juliana (campeã mundial sub-21 em 2002).

Esta será a última etapa do ano antes do Campeonato Mundial, que será realizada no mês que vem, nas areias de Copacabana, no Rio de Janeiro, e também será a primeira competição internacional de Ângela, eleita uma das revelações do vôlei de praia brasileiro em 2002.

"A Mônica é uma jogadora talentosa, experiente e com total domínio de jogo. Para mim, vai ser um aprendizado", disse Ângela.

No masculino, o Brasil venceu todas as três etapas Grand Slam realizadas este ano. Na Alemanha, Harley e Franco ficaram com o título. Na França, os campeões foram Ricardo e Emanuel, enquanto na Áustria, Márcio e Benjamin foram os vitoriosos.

Já no feminino, Ana Paula e Sandra ganharam o Grand Slam na Alemanha, e as norte-americanas Walsh e May foram as campeãs na França e na Áustria.

O Grand Slam é a etapa que atrai o maior interesse das duplas participantes. Afinal, distribui não só uma premiação maior do que os demais torneios do ano do Circuito Mundial – são US$ 600 mil, sendo US$ 300 mil para cada categoria (masculina e feminina), como uma pontuação no ranking mundial também superior.

Desde o Campeonato Mundial de 97 que Los Angeles não recebia uma etapa do Circuito. Naquela ocasião, as duplas brasileiras Guilherme/Pará e Jacqueline/Sandra ficaram com o título.