Morre no Rio percussionista do grupo de pagode Pique Novo

30/07/2003 - 14h02

Rio, 30/7/2003 (Agência Brasil - ABr) - Morreu hoje de manhã o percussionista Rogério dos Santos Castro, o Rogerinho do grupo de pagode Pique Novo. O corpo do músico está no Instituto Médico Legal. Rogerinho, de 30 anos, foi atingido por um tiro no olho, quando voltava de um show. Ele chegou a ser levado para o Hospital Carlos Chagas, mas não resistiu ao ferimento.

O crime aconteceu na rua Padre Manso, em Madureira, quando o Vectra branco de Rogerinho, que estava acompanhado de Renato dos Santos, também integrante da banda, foi interceptado por outro carro, com três ocupantes, que fizeram os disparos.

O grupo Pique Novo foi formado em 1990 e lançou quatro CDs. Seus principais sucessos são: "Tô carente, meu bem", "Chega de sofrer", "Uma estrela" e "Vai babar".