Presença de chumbo no organismo pode levar à pressão alta

26/03/2003 - 19h58

Brasília, 26/3/2003 (Agência Brasil - ABr) - Há uma forte relação entre taxa de chumbo presente no sangue e pressão alta, segundo revelaram hoje cientistas norte-americanos. Eles constataram que mulheres de meia de idade são as mais propensas a sofrer de hipertensão, mesmo que o nível do metal esteja num nível abaixo do considerado perigoso para a saúde. Foram estudados os dois componentes em 2.165 mulheres, com idade entre 40 e 59 anos

Um dos coordenadores do trabalho, o médico Denis Nash, do departamento de Saúde e Higiene Mental da Cidade de Nova, disse que as mulheres do grupo com o mais alto índice de chumbo no sangue tinham cerca de oito vezes mais risco de sofrer de pressão alta. As mulheres que já haviam passado pela menopausa apresentaram uma relação mais evidente entre taxa de chumbo e pressão alta. As mulheres são mais vulneráveis aos efeitos do metal no organismo porque, durante a menopausa, os ossos naturalmente perdem massa. Além disso, o chumbo se deposita nos ossos, quando presente no organismo. Para os médicos, no entanto, são necessários mais estudos sobre os efeitos da liberação de chumbo durante a menopausa. (Com informações da Folha On-Line)