cortes de luz http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/taxonomy/term/156659/all pt-br Distrito Federal e cidades do entorno sofrem com frequentes piques ou cortes de luz http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-03-17/distrito-federal-e-cidades-do-entorno-sofrem-com-frequentes-piques-ou-cortes-de-luz <p> Carolina Gon&ccedil;alves<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil </em></p> <p> Bras&iacute;lia &ndash; A advogada Camila Oliveira perdeu as contas das vezes em que chegou do trabalho, depois de jornadas de mais de 12 horas, e se viu obrigada a subir quatro andares duplos de escadas para chegar ao seu apartamento. A falta de luz onde mora, &Aacute;guas Claras &ndash; uma das mais novas regi&otilde;es administrativas do Distrito Federal - &eacute; uma constante.</p> <p> Camila lembra que, muitas vezes, chegava cheia de sacolas de compras e n&atilde;o tinha alternativa a n&atilde;o ser enfrentar os lances de escada. &ldquo;Voc&ecirc; tem que subir n&atilde;o &eacute;? E, muitas vezes, nem a luz de emerg&ecirc;ncia funcionava direito. A gente usa a luz do celular para iluminar os degraus&rdquo;.</p> <p> Segundo ela, o dia do anivers&aacute;rio de 14 anos de seu filho mais velho foi &ldquo;o mais dram&aacute;tico&rdquo; entre os epis&oacute;dios frequentes de interrup&ccedil;&atilde;o do fornecimento de energia, &ldquo;quase sempre&rdquo; sem explica&ccedil;&otilde;es pela empresa respons&aacute;vel pelo servi&ccedil;o. &ldquo;T&iacute;nhamos organizado tudo l&aacute; em casa. Compramos bolo e todo o resto e, de repente, a energia acaba. Ficamos das 19h &agrave;s 5h do dia seguinte no escuro. Acabou com nossa festa&rdquo;.</p> <p> Apesar de enfrentar o problema com regularidade, a advogada disse que nunca perdeu equipamentos eletr&ocirc;nicos. &ldquo;Mas e as pequenas perdas? Para quem reclamamos? Outro dia foi a l&acirc;mpada da cozinha que queimou. Tem ainda os alimentos na geladeira&rdquo;.</p> <p> O problema de fornecimento de energia na regi&atilde;o que sedia a capital do pa&iacute;s, Bras&iacute;lia, n&atilde;o se limita apenas a uma localidade. Moradores de v&aacute;rias cidades do entorno sofrem, com frequ&ecirc;ncia, com os conhecidos piques ou cortes de luz que, em muitos locais, duram horas. As falhas tornam-se ainda mais frequentes nos per&iacute;odos de chuva, quando, muitas vezes, o problema &eacute; agravado pela queda de &aacute;rvores que podem afetar a rede.</p> <p> A Companhia Energ&eacute;tica de Bras&iacute;lia (CEB), &uacute;nica respons&aacute;vel pelo servi&ccedil;o na capital, tem uma justificativa para a persist&ecirc;ncia das falhas: uma trajet&oacute;ria de investimentos t&iacute;midos que marcou a &uacute;ltima d&eacute;cada da empresa. &ldquo;A empresa passou por um per&iacute;odo de quase dez anos com investimento aqu&eacute;m do necess&aacute;rio para o crescimento da rede, enquanto o mercado consumidor crescia a uma m&eacute;dia de 7% ao ano [a m&eacute;dia de crescimento nacional &eacute; cerca de 4% ao ano]&rdquo;, explicou Manuel Clementino, diretor de Opera&ccedil;&otilde;es da CEB.</p> <p> Segundo Clementino, nesse per&iacute;odo os gastos com melhorias da rede giravam em torno dos R$ 30 milh&otilde;es anuais, enquanto o investimento ideal &eacute; estimado em R$ 90 milh&otilde;es por ano. &ldquo;Foi um per&iacute;odo longo com margem de investimento pequeno e a rede foi ficando envelhecida, trabalhando com sobrecarga, acima da capacidade. Foi o cen&aacute;rio que herdamos em 2011. Hoje, temos muitos problemas porque temos que recuperar, em dois anos, um per&iacute;odo de dez&rdquo;.</p> <p> O diretor da empresa garante que muitas obras ser&atilde;o entregues no segundo semestre de 2013, quando a popula&ccedil;&atilde;o, segundo ele, vai sentir mais nitidamente a melhoria da qualidade do servi&ccedil;o. &ldquo;Os dados de 2012 mostram o maior investimento feito pela companhia na hist&oacute;ria da cidade: foram R$ 150 milh&otilde;es. Entre 2011 e 2012, investimos um total de R$ 240 milh&otilde;es em v&aacute;rias localidades do DF&rdquo;.</p> <p> A previs&atilde;o da CEB &eacute; que, ao longo de 2013, sejam investidos mais R$ 200 milh&otilde;es em melhorias como constru&ccedil;&atilde;o de subesta&ccedil;&otilde;es, redes de m&eacute;dia tens&atilde;o, substitui&ccedil;&atilde;o de equipamentos antigos e moderniza&ccedil;&atilde;o na rede. Os custos com manuten&ccedil;&atilde;o n&atilde;o est&atilde;o inclu&iacute;dos na conta. &ldquo;Temos a previs&atilde;o de investir R$ 30 milh&otilde;es apenas para manuten&ccedil;&atilde;o, que eventualmente pode incluir troca de um equipamento defeituoso ou com ind&iacute;cios de [apresentar] problemas a curto prazo&rdquo;.</p> <p> Enquanto os benef&iacute;cios das obras n&atilde;o chegam &agrave; popula&ccedil;&atilde;o, fam&iacute;lias como a da banc&aacute;ria Clara Souza, que mora em um condom&iacute;nio em Sobradinho, a 40 minutos do centro de Bras&iacute;lia, permanecem na incerteza de chegar do trabalho, em dias de chuva, e contar com energia em casa, mesmo pagando uma conta de R$ 170 por m&ecirc;s.</p> <p> &ldquo;As interrup&ccedil;&otilde;es de energia realmente diminu&iacute;ram nos per&iacute;odos secos, mas quando chove passamos v&aacute;rios dias seguidos com falhas de uma a duas horas de dura&ccedil;&atilde;o. Muitas vezes, s&oacute; fico sabendo que est&aacute; faltando luz quando chego ao condom&iacute;nio, por volta das 19h. J&aacute; chegamos a ficar sem energia at&eacute; a 1h da manh&atilde;, repetidas vezes&rdquo;.</p> <p> Al&eacute;m do transtorno que se transformou em rotina, Clara ainda reclama do atendimento da companhia. &ldquo;O atendimento &eacute; muito ruim, o servi&ccedil;o &eacute; praticamente todo feito em grava&ccedil;&atilde;o e, quando temos qualquer problema de falta de fornecimento de energia, &eacute; muito dif&iacute;cil descobrir qual o motivo ou se h&aacute; alguma previs&atilde;o de regulariza&ccedil;&atilde;o&rdquo;.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Tereza Barbosa</em></p> <p> <em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em></p> cortes de luz Distrito Federal energia Nacional piques de luz Sun, 17 Mar 2013 18:04:22 +0000 tbarbosa 716190 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil