Na Líbia, oposição elege presidente provisório e responsável pelo Conselho Nacional de Transição

23/03/2011 - 14h23

Da Agência Lusa

Brasília - O Conselho Nacional de Transição da Líbia – que faz oposição ao governo do presidente Muammar Khadafi - nomeou hoje (23) Mahmoud Jabril como líder interino. Em seguida, serão escolhidos aqueles que desempenharão as funções de ministros da nova equipe. Jabril já era o responsável pelo comitê de crise para cuidar de assuntos militares e exteriores.

Ele viajou recentemente para Paris, onde se reuniu com o presidente da França, Nicolas Sarkozy. O governo francês foi o primeiro a reconhecer oficialmente a legitimidade do Conselho Nacional de Transição.

Líder dos oposicionistas, Jabril, é considerado um reformista. A criação da sede do governo interino em Benghazi – apontada como capital da oposição – indica a existência de dois poderes no país – um nas mãos de Khadafi e outro sob ordens de Jabril – e uma divisão real do território líbio – com a sede oficial em Trípoli e agora também em Benghazi.

A ausência de uma liderança clara, a descoordenação das ações de protesto e a falta de uma estratégia em nível militar acabaram por marcar o desempenho do Conselho Nacional de Transição. O órgão foi criado em 27 de fevereiro, dez dias depois do início dos primeiros protestos em Benghazi.

De maneira provisória, Moustapha Abdeljalil, ex-ministro da Justiça de Khadafi, assumiu o poder dos oposicionistas no último dia 5. No mesmo dia, o conselho nomeou Omar Al Hariri, outro membro do organismo, para a pasta que trata dos assuntos militares e atribuiu a Ali Abdelaziz Al Issaoui, embaixador líbio demissionário na Índia e ex- ministro da Economia, para cuidar da área internacional.