Diretor-geral da OMC http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/taxonomy/term/161091/all pt-br Christine Lagarde parabeniza Azevêdo e destaca parceria entre OMC e FMI http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-05-15/christine-lagarde-parabeniza-azevedo-e-destaca-parceria-entre-omc-e-fmi <p>Renata Giraldi<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p>Bras&iacute;lia &ndash; A diretora-gerente do Fundo Monet&aacute;rio Internacional (FMI), Christine Lagarde, parabenizou o embaixador brasileiro Roberto Carvalho de Azev&ecirc;do pela elei&ccedil;&atilde;o para o cargo de diretor-geral da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial do Com&eacute;rcio (OMC). Em comunicado, Lagarde lembrou que o FMI e a OMC trabalham em parceria e destacou os desafios de Azev&ecirc;do &agrave; frente da OMC.</p> <p>&quot;Eu gostaria de estender meus sinceros parab&eacute;ns a Roberto Azev&ecirc;do pela sua nomea&ccedil;&atilde;o oficial hoje [ontem dia 14] como diretor-geral da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial do Com&eacute;rcio [OMC]. Estou confiante de que, sob sua lideran&ccedil;a, a OMC vai abordar temas importantes e enfrentar desafios envolvendo o sistema de com&eacute;rcio multilateral&rdquo;, ressaltou Lagarde.</p> <p>Em seguida, a diretora-gerente acrescentou que: &ldquo;a rela&ccedil;&atilde;o entre o FMI e a OMC &eacute; especial como as miss&otilde;es das organiza&ccedil;&otilde;es que se refor&ccedil;am mutuamente. Estou ansiosa para trabalhar com ele [Azev&ecirc;do] e avan&ccedil;ar ainda mais na colabora&ccedil;&atilde;o entre as nossas institui&ccedil;&otilde;es&rdquo;. A &iacute;ntegra do comunicado pode ser obtida na <a href="http://www.imf.org/external/np/sec/pr/2013/pr13170.htm" target="_blank">p&aacute;gina do FMI</a> na internet.</p> <p>Azev&ecirc;do venceu a disputa pela dire&ccedil;&atilde;o-geral da organiza&ccedil;&atilde;o, na qual enfrentou o mexicano Hermino Blanco. A vit&oacute;ria foi confirmada no &uacute;ltimo dia 7 e ontem (14) houve o reconhecimento formal pela OMC da elei&ccedil;&atilde;o do brasileiro. O embaixador toma posse em 1&ordm; de setembro para um mandato de quatro anos. Ele substitui o franc&ecirc;s Pascal Lamy.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Denise Griesinger</em></p> <p><em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em></p> Christine Lagarde diretora-gerente do FMI Diretor-geral da OMC Internacional Roberto Carvalho de Azevêdo Wed, 15 May 2013 12:11:48 +0000 deniseg 720737 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Pimentel: protecionismo é conceito usado por países desenvolvidos para entrar em mercados externos http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-05-08/pimentel-protecionismo-e-conceito-usado-por-paises-desenvolvidos-para-entrar-em-mercados-externos <p>Renata Giraldi<br /> <em>Rep&oacute;rter da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Bras&iacute;lia &ndash; O ministro do Desenvolvimento, Ind&uacute;stria e Com&eacute;rcio Exterior, Fernando Pimentel, negou hoje (8) que o governo do Brasil adote a pr&aacute;tica protecionista para salvaguardar sua economia. Segundo ele, o conceito de protecionismo &eacute; utilizado pelos pa&iacute;ses desenvolvidos ao tentar avan&ccedil;ar sobre os mercados externos. De acordo com o ministro, o Brasil respeita as regras e normas internacionais.</p> <p> &ldquo;Protecionismo &eacute; um conceito utilizado pelos pa&iacute;ses desenvolvidos quando querem entrar nos mercados dos outros pa&iacute;ses. N&oacute;s j&aacute; sabemos esse jogo. Isso n&atilde;o nos aterroriza&rdquo;, disse o ministro, depois do almo&ccedil;o oferecido ao presidente do Egito,&nbsp; Mouhamed Mursi, no Pal&aacute;cio Itamaraty.</p> <p> Ao ser perguntado sobre as cr&iacute;ticas, feitas principalmente pelas autoridades da Fran&ccedil;a e do Reino Unido, relativas ao protecionismo, Pimentel rebateu. &ldquo;As cr&iacute;ticas ao Brasil s&atilde;o improcedentes. O Brasil nunca foi condenado na Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial do Com&eacute;rcio. &Eacute; um dos pa&iacute;ses que mais seguem as regras e normas da OMC&rdquo;, disse.</p> <p> Pimentel elogiou a escolha do embaixador brasileiro Roberto Carvalho de Azev&ecirc;do para o cargo de diretor-geral da OMC. Segundo ele, Azev&ecirc;do adotar&aacute; uma posi&ccedil;&atilde;o de neutralidade, sem favorecer o Brasil ou qualquer outro pa&iacute;ses. &ldquo;O Roberto &eacute; neutro e porque ser&aacute; diretor-geral da OMC n&atilde;o poder&aacute; ser contra nem a favor de nenhum pa&iacute;s&rdquo;, disse.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: F&aacute;bio Massalli</em></p> <p> <em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong></em></p> Diretor-geral da OMC Fernando Pimentel Indústria e Comércio Exterior Internacional Ministro do Desenvolvimento OMC protecionismo Roberto Carvalho de Azevêdo Wed, 08 May 2013 19:56:55 +0000 fabio.massalli 720261 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Países de língua portuguesa comemoram eleição de brasileiro para a OMC http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-05-07/paises-de-lingua-portuguesa-comemoram-eleicao-de-brasileiro-para-omc <p>Gilberto Costa<br /> <em>Correspondente da Ag&ecirc;ncia Brasil/EBC</em></p> <p> Lisboa &ndash; O secret&aacute;rio executivo da Comunidade dos Pa&iacute;ses de L&iacute;ngua Portuguesa (CPLP), Murade Isaac Miguigy Murargy, festejou a elei&ccedil;&atilde;o do embaixador brasileiro Roberto Carvalho de Azev&ecirc;do para a dire&ccedil;&atilde;o-geral da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial do Com&eacute;rcio (OMC).</p> <p> Para Murargy, a vit&oacute;ria poder&aacute; trazer nova din&acirc;mica nas rela&ccedil;&otilde;es comerciais Norte-Sul, inclusive para destravar a Rodada Doha para a libera&ccedil;&atilde;o do com&eacute;rcio internacional. &ldquo;Desde o ex-chanceler Celso Amorim, o Brasil tem tido grande atua&ccedil;&atilde;o em favor da Rodada Doha&rdquo;, lembrou.</p> <p> &ldquo;Estamos muito satisfeitos com a vit&oacute;ria. Reflete a for&ccedil;a da CPLP na concerta&ccedil;&atilde;o internacional&rdquo;, disse &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil</strong> o secret&aacute;rio executivo, que &eacute; mo&ccedil;ambicano. Ele assinalou que, al&eacute;m da CPLP, a escolha agrada aos pa&iacute;ses da &Aacute;frica, onde o Brasil &eacute; considerado &ldquo;um pa&iacute;s irm&atilde;o&rdquo;. Na semana passada, <a href="http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-04-30/cplp-divulga-nota-de-apoio-candidatura-brasileira-direcao-geral-da-organizacao-mundial-do-comercio" target="_blank">a CPLP divulgou nota em favor de Azev&ecirc;do</a>.</p> <p> A vit&oacute;ria tamb&eacute;m foi comemorada pelos portugueses. O ministro dos Neg&oacute;cios Estrangeiros de Portugal, Paulo Portas, ligou para o ministro brasileiro das Rela&ccedil;&otilde;es Exteriores, Antonio Patriota, felicitando pela vit&oacute;ria do candidato do Brasil na elei&ccedil;&atilde;o para diretor-geral da OMC&rdquo;. Conforme Portas, &eacute; poss&iacute;vel &ldquo;ter esperan&ccedil;a no desenvolvimento do comercio global, o que &eacute; e muito importante para a economia global&rdquo;.</p> <p> Em visita a Portugal no m&ecirc;s passado, o chanceler brasileiro foi informado pelo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho de que o governo portugu&ecirc;s iria apoiar a candidatura do embaixador brasileiro. Ontem, a Uni&atilde;o Europeia, da qual Portugal faz parte, <a href="http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-05-06/uniao-europeia-e-croacia-decidem-apoiar-adversario-de-brasileiro-na-omc" target="_blank">declarou apoio ao candidato mexicano Herminio Blanco</a>, na rodada final da elei&ccedil;&atilde;o.</p> <p> Segundo nota do Minist&eacute;rio dos Neg&oacute;cios Estrangeiros de Portugal, &ldquo;a diplomacia portuguesa trabalhou com a brasileira no apoio de v&aacute;rios pa&iacute;ses &agrave; candidatura&rdquo;. Em 2011, o apoio de Portugal e da CPLP foi decisivo para a elei&ccedil;&atilde;o do tamb&eacute;m brasileiro Jos&eacute; Graziano ao posto de diretor-geral da Organiza&ccedil;&atilde;o das Na&ccedil;&otilde;es Unidas para a Agricultura e Alimenta&ccedil;&atilde;o (FAO), eleito por um voto a mais que o concorrente espanhol.</p> <p><em>Edi&ccedil;&atilde;o: Davi Oliveira</em></p> <p><em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> apoio da CPLP apoio de Portugal Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Diretor-geral da OMC eleição de Roberto de Azevêdo eleição na OMC fao Internacional Tue, 07 May 2013 20:42:06 +0000 davi.oliveira 720135 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil Presidenta Dilma comemora vitória de brasileiro para a direção da OMC http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2013-05-07/presidenta-dilma-comemora-vitoria-de-brasileiro-para-direcao-da-omc <p>Danilo Macedo e Luana Louren&ccedil;o*<br /> <em>Rep&oacute;rteres da Ag&ecirc;ncia Brasil </em></p> <p>Bras&iacute;lia - A presidenta Dilma Rousseff parabenizou hoje (7) o embaixador Roberto Carvalho de Azev&ecirc;do pela elei&ccedil;&atilde;o para&nbsp;diretor-geral da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial do Com&eacute;rcio (OMC). O brasileiro disputou com o mexicano Herminio Blanco, e assume o cargo no dia 31 de agosto, substituindo o franc&ecirc;s Pascal Lamy.</p> <p>Dilma telefonou para Azev&ecirc;do por volta das 15h, segundo a Secretaria de Comunica&ccedil;&atilde;o Social da Presid&ecirc;ncia da Rep&uacute;blica, e manifestou a satisfa&ccedil;&atilde;o pela escolha do brasileiro para liderar a OMC em um momento no qual o mundo se recupera da crise financeira de 2008.</p> <p>&ldquo;Ainda sofrendo os efeitos da crise mundial iniciada em 2008, caber&aacute; &agrave; OMC nos pr&oacute;ximos anos dar um novo, equilibrado e vigoroso impulso ao com&eacute;rcio mundial, fundamental para que a economia global entre em um novo per&iacute;odo de crescimento e justi&ccedil;a social&rdquo;, diz a nota assinada pela presidenta.</p> <p>Ela diz que governo brasileiro reitera que a apresenta&ccedil;&atilde;o do nome de Roberto Azev&ecirc;do para a elei&ccedil;&atilde;o levou em conta &ldquo;sua experi&ecirc;ncia e seu compromisso&rdquo; para levar a OMC &ldquo;na dire&ccedil;&atilde;o de um ordenamento econ&ocirc;mico mundial mais din&acirc;mico e justo&rdquo;.</p> <p>Na nota, a presidenta agradece o apoio recebido pelo candidato brasileiro de governos de todo o mundo em todas as etapas da vota&ccedil;&atilde;o. &ldquo;Esta n&atilde;o &eacute; uma vit&oacute;ria do Brasil, nem de um grupo de pa&iacute;ses, mas da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial do Com&eacute;rcio&rdquo;.</p> <p>A OMC ainda n&atilde;o divulgou o n&uacute;mero de votos recebido por Azev&ecirc;do, mas a estimativa &eacute; que o brasileiro tenha tido entre 90 e 95 votos. Para ser eleito, eram necess&aacute;rios 80 votos. A &uacute;ltima etapa da vota&ccedil;&atilde;o foi a mais apertada, mas o brasileiro obteve vota&ccedil;&otilde;es expressivas nas rodadas anteriores, o que foi levado em conta pela organiza&ccedil;&atilde;o na decis&atilde;o final.</p> <p>O embaixador est&aacute; diretamente envolvido em assuntos econ&ocirc;micos e comerciais h&aacute; mais de 20 anos. Desde 2008, ele &eacute; representante permanente do Brasil na OMC.</p> <p>Diplomata de carreira, Roberto Azev&ecirc;do foi chefe do Departamento Econ&ocirc;mico do Minist&eacute;rio das Rela&ccedil;&otilde;es Exteriores, Itamaraty, de 2005 a 2006, e chefiou a delega&ccedil;&atilde;o brasileira nas negocia&ccedil;&otilde;es da Rodada Doha, sobre liberaliza&ccedil;&atilde;o de mercados.</p> <p>*Colaborou Renata Giraldi</p> <p> &nbsp;</p> <p><em>Edi&ccedil;&atilde;o: Beto Coura</em></p> <p><em>Todo o conte&uacute;do deste site est&aacute; publicado sob a Licen&ccedil;a Creative Commons Atribui&ccedil;&atilde;o 3.0 Brasil. Para reproduzir as mat&eacute;rias &eacute; necess&aacute;rio apenas dar cr&eacute;dito &agrave; <strong>Ag&ecirc;ncia Brasil </strong></em></p> dilma rousseff Diretor-geral da OMC Herminio Blanco Internacional OMC Organização Mundial do Comércio Pascal Lamy Roberto Carvalho de Azevêdo Tue, 07 May 2013 19:56:06 +0000 alberto.coura 720125 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil