Júpiter http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil/taxonomy/term/148480/all pt-br No Sul e Sudeste, brasileiros poderão ver a Lua ocultando Júpiter na noite de hoje http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil/noticia/2012-11-28/no-sul-e-sudeste-brasileiros-poderao-ver-lua-ocultando-jupiter-na-noite-de-hoje <p class="western" style="margin-bottom: 0cm"> <em>Da Ag&ecirc;ncia Brasil</em></p> <p> Rio de Janeiro &ndash; Nas regi&otilde;es Sul e Sudeste, brasileiros poder&atilde;o observar a olho nu a Lua passando na frente do planeta J&uacute;piter a partir das 21 horas (hor&aacute;rio de ver&atilde;o) de hoje (28). O fen&ocirc;meno vai durar aproximadamente 90 minutos. Poder&aacute; ser observado nas seguintes capitais: Rio de Janeiro, S&atilde;o Paulo, Belo Horizonte, Vit&oacute;ria, Curitiba, Florian&oacute;polis e Porto Alegre.</p> <p> Para potencializar a visualiza&ccedil;&atilde;o, o Museu de Astronomia e Ci&ecirc;ncias Afins (MAST), em S&atilde;o Crist&oacute;v&atilde;o, na zona norte do Rio, vai colocar &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o dos interessados modernos telesc&oacute;pios e duas lunetas tradicionais, como a Luneta Equatorial (de 21 cent&iacute;metros) e a Luneta Equatorial, de 46 cent&iacute;metros, a maior do pa&iacute;s e que pertence ao Observat&oacute;rio Nacional. Al&eacute;m disso, o museu transmitir&aacute; em um tel&atilde;o, em tempo real, a oculta&ccedil;&atilde;o do planeta.</p> <p> O astr&ocirc;nomo do museu, Eug&ecirc;nio Reis, disse que a Lua passar&aacute; na frente de J&uacute;piter, provocando uma coincid&ecirc;ncia das &oacute;rbitas. &ldquo;Este &eacute; um espet&aacute;culo muito bonito. A Lua vai estar um pouco baixa, pois vai ter nascido h&aacute; pouco tempo. &Eacute; bom procurar locais onde o horizonte esteja limpo ou desimpedido. A beira da praia, com certeza, &eacute; um bom local&rdquo;, indica o astr&ocirc;nomo.</p> <p> De acordo com Reis, J&uacute;piter vai estar muito pr&oacute;ximo da Lua, mas no momento da oculta&ccedil;&atilde;o, como a Lua vai estar cheia, recomenda-se o uso de um bin&oacute;culo para poder acompanhar melhor o fen&ocirc;meno. &ldquo;Com um telesc&oacute;pio, poderemos ver que os sat&eacute;lites pr&oacute;ximos a J&uacute;piter ser&atilde;o gradativamente ocultados pela Lua. Seu reaparecimento ser&aacute; na mesma ordem, por volta das 22h&rdquo;.</p> <p> J&uacute;piter &eacute; o maior planeta do Sistema Solar, um gigante gasoso que possui muitas luas (sat&eacute;lites naturais). As quatro principais s&atilde;o chamadas &ldquo;Luas Galileanas&rdquo; (Io, Europa, Ganimedes e Calisto), pois foram observadas pela primeira vez pelo f&iacute;sico italiano Galileu Galilei, em 1610. Elas s&atilde;o os sat&eacute;lites mais famosos do Sistema Solar, depois da Lua que orbita ao redor da Terra.</p> <p> Segundo Reis, o fen&ocirc;meno voltar&aacute; a ocorrer no dia 25 de dezembro deste ano, por&eacute;m um pouco mais tarde.</p> <p> <em>Edi&ccedil;&atilde;o: Carolina Pimentel</em></p> <p> &nbsp;</p> Júpiter Lua observação ocultação olho nu órbita Pesquisa e Inovação Wed, 28 Nov 2012 20:36:50 +0000 carolinap 708897 at http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/agenciabrasil